O livro sobre a trajetória de Mafalda na televisão



 

O livro sobre a trajetória de Mafalda na televisão
Divulgação
 


 Depois de mais de uma década de um projeto interrompido, foi retomado o livro sobre a trajetória de Mafalda, que sai agora publicado. O livro Mafalda Mulher refaz o percurso de uma apresentadora de televisão que maior tempo permaneceu no ar comandando um programa, ao vivo. Foram anos de luta e aprendizado num campo onde havia pouco espaço para as mulheres e que foi ocupado de forma digna por alguém que nunca havia pensado em trabalhar na televisão. Não é nada fácil ser a responsável por conduzir um programa, saber posicionar-se diante das câmeras, interagir com a equipe e o público, conduzir entrevistas e manter audiência num programa ao vivo, sem nunca ter sido preparada para isso. Mas o poder comunicativo, a empatia com o público, a segurança, a simpatia e a dedicação de Mafalda fizeram com que ela superasse todos os obstáculos. Também criou uma marca pessoal e conquistou a confiança do público, estabelecendo uma forte ligação com os telespectadores de Londrina e região que a acompanharam durante toda a sua trajetória e permitiram que ela entrasse em seus lares, diariamente. Disse a autora do livro: “Não podemos deixar de registrar a sua presença, Militão, em todo esse sucesso alcançado por Mafalda, pois foi você quem deu a ela a oportunidade de iniciar a sua carreira na televisão, fato contado em detalhes no livro. Mafalda apresentou o programa Mafalda Mulher por trinta anos e continuou a trabalhar, desde então, tendo a carreira interrompida em virtude da circunstância atual.” O lançamento oficial será anunciado, assim que a pandemia permitir. Na foto, Mafalda Bongiovanni com Edina Panichi, que escreveu o livro.   




***

Pede um leitor: Os mineiros de Londrina e região, e outros torcedores do Cruzeiro e Atlético, poderiam responder sobre  quem foi melhor centroavante : Tostão ou Reinaldo?  




Rodrigo Maia engavetou a reforma aprovada de Hauly 

O então deputado federal, no mandato passado, Luiz Carlos Hauly, trabalhou muito, durante meses, levando e falando sua proposta de reforma tributária a todos os governadores brasileiros. Falou também em várias entidades e associações que o convidaram.  Sua reforma foi aprovada na Comissão, da Câmara dos Deputados, mas foi engavetada pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia.  Hauly mostrou o seu trabalho ao presidente Michel Temer, que achou excelente.  Em 2019, o senador Álvaro Dias levou Hauly para falar com o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, que gostou do que ouviu e declarou que iria apresentá-la como do Senado. Então 66 senadores subscreveram a proposta de Hauly.   Na Câmara surgiu a proposta do deputado  Baleia Rossi, ainda em 2019. Roberto Rocha, do PSDB, entrou na parada a Agnaldo Ribeiro também, entrando na relatoria.Os números apresentados por Hauly não deixam dúvidas, afirmaram senadores ouvidos a respeito. O custo da renúncia fiscal é de 75 bilhões de reais por ano. É demais. Sangra o país. Setenta por cento do contencioso do mundo administrativo brasileiro dá um total de 5,4 trilhões e reais em disputa. O Brasil com um PIB de 7 trilhões tem 3 trilhões de dívida ativa, pois todos os anos deve 500 bilhões de reais, com as renúncias aprovadas.  Só com a economia informal são 2 trilhões de reais  que prejudicaram muitas empresas. As promessas são sempre ditas, mas o Congresso precisa discutir isso, e sem medo das pressões do ministro Paulo Guedes e seu staff. Não se esqueçam: ele é banqueiro. Já se manifestou contrário à reforma administrativa proposta pelo ex- deputado federal Luiz Carlos Hauly.    


 


 

Ação social da Plaenge

 

O livro sobre a trajetória de Mafalda na televisão
Divulgação
 

O aumento da demanda por atendimento em hospitais motivou o Grupo Plaenge a se mobilizar no auxílio do tratamento de pacientes com Covid-19.  Em Londrina, foram doados dois “kits UTI” para o Hospital Universitário, contendo respirador, bombas infusoras e monitor. Os equipamentos, em falta nos hospitais da cidade, já estão instalados e em pleno funcionamento. Rodolfo Sugeta (foto), gerente regional da Plaenge, destaca que o momento atual exige que empresas e organizações sejam solidárias e demonstrem apoio . “É uma forma de apoiarmos as equipes do HU neste momento tão difícil”, disse. 


Excelente colheita 

O agropecuarista Hélio Turquino ficou os últimos 20 dias no Pará, onde tem propriedade agrícola. Ele disse que começou a colheita da safra de soja e que os agricultores tiveram muita sorte porque não faltou chuva naquela região. Turquino foi a Rondon e Patagônia. Ele conversou com outros produtores rurais que também estão satisfeitos com os bons resultados da plantação e animados com o preço da soja. Hélio ressalta que muita gente do setor estava endividado, com financiamento e outras contas atrasados. Agora, será possível pagar as dívidas. 


Palestra virtual hoje de manhã 

O advogado Jossan Batistute, sócio do Escritório Batistute Advogados, é o  palestrante  convidado da Imobiliária Avenida, nesta terça-feira (4), as 8h30, para falar sobre “Holding, planejamento sucessório e mercado imobiliário”. O evento será on-line via Google Meet, com acesso gratuito e vai discutir assuntos importantes, que tornaram-se tendência entre as famílias que buscam evitar problemas e diminuir custos, quando o assunto é o patrimônio familiar. Voltada, principalmente, a corretores e donos de imóveis, Jossan Batistute vai compartilhar conhecimento que podem ajudar no planejamento e na organização dos bens. 



 

O livro sobre a trajetória de Mafalda na televisão
Divulgação
 

Cheia de planos, Letícia De Vechi obteve pleno êxito com suas produções de moda, publicidades e entretenimento. A modelo também faz campanhas e editoriais para grandes marcas de beachwear e desfiles on-line. Para ter uma melhor performance na passarela, teve suas técnicas e táticas aprofundadas pelo professor de Andamento e Postura Donatto Dos Anjos (foto). Ele orienta  modelos e misses que têm grandes objetivos e ajuda a realizar os sonhos dessas meninas. 



Mercado do sexo:  100 brasileiras enviadas por traficante ao exterior 

Preso pela Polícia Federal, Rodrigo Cotait, de São Paulo,  é apontado como o principal traficante de brasileiras para o exterior, onde eram conhecidas como “escravas do sexo”. Até na Bolívia, a freguesia pagava 10 mil reais por três dias de “dedicação exclusiva”... As mais belas, como as que se diziam misses, modelos e  artistas, disseram os policiais, recebiam bem mais, mas dividiam a grana com o traficante. O dinheiro era altíssimo no mundo árabe: 50 mil euros por uma semana, para uma dupla ou um trio delas. Cerca de 100 mulheres brasileiras foram comercializadas por este tal Rodrigo, que ainda está em cana. Consta que uma famosa Miss de Minas Gerais e ex-capa da Playboy , já quarentona,  estava no esquema, como conselheira”      


 

Emprego na TI

 

O livro sobre a trajetória de Mafalda na televisão
Divulgação
 


Gabriel Fernandes Praxedes confirma o alto índice de empregabilidade no mercado de Tecnologia da Informação (TI). Graduado em Ciência da Computação, já saiu da faculdade contratado pela empresa londrinense Brid Soluções, onde ampliou conhecimento, ganhou experiência na profissão e conseguiu estabelecer diversas conexões internacionais. Agora está trabalhando na GSW/Embraer, com tarefas em home-office por causa da pandemia. “A formação em Ciência da Computação na UniFil proporcionou boa bagagem de lógica de programação e muita informação sobre bancos de dados”, afirma. 

 

Perdeu para Ponta Grossa 

 Quando Beto Richa era o governador, ainda nos seu primeiro mandato, ele tentou trazer para Londrina (cidade onde nasceu) uma fábrica de cervejas da Ambev. Mas a empresa escolheu Ponta Grossa, porque o terreno ficava próximo da rodovia estadual, e mais perto de Curitiba, do litoral e das rodovias federais, facilitando o transporte, disseram os diretores da empresa. Beto Richa insistiu e eles ameaçaram levar a fábrica para Joinville, se não fosse instalada  em Ponta Grossa. 

***

Agora, esta Coluna tem a informação, ainda que oficiosa, que Londrina poderá perder um outro empreendimento que daria empregos e movimentaria bastante esta cidade, podendo gerar aluguéis de casas ou apartamentos.  Pelo andar da carruagem, vai perder novamente para Ponta Grossa, que já tem estrutura muito  boa para o setor.    

***

Uma observação local: a região central da cidade não está ficando desvalorizada como já comentou se comentou. Chegou a nosso conhecimento que um apartamento no Mont Blanc, na rua Espirito Santo, quase esquina com a Higienópolis, que tem mais de 200 metros quadrados e duas garagens, em prédio de 12 andares, com 24 residências, que foi oferecido por 850 mil reais. O comprador interessado chegou em 730 mil e o proprietário não vendeu.  São dois por andar e com piscina térmica e uma vista excelente pela frente.     




***

O senador Álvaro Dias (presidente do Podemos) passou o fim de semana, com a família, na praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, que  frequenta desde que era solteiro e era um dos craques no futebol de areia.  

A propósito das eleições de 2022, será que Podemos poderá ter candidato ao governo do Estado?  



A safra do milho 

Converso, pelo telefone, com Tito Turquino, que está em sua propriedade rural no Mato Grosso do Sul, e ele me conta que a falta de chuva fez com que toda a safra do milho esteja perdida. Isso ocorreu também no Noroeste e Sudoeste do Paraná. O milho não cresceu e embonecou muito cedo.   

  

Xiaomi, o concorrente 

Os sócios da indústria Samsung de celulures e outros produtos, na Coreia do Sul, romperam a sociedade. Um deles criou outra empresa, a Xiaomi, que já expões seus celulares em lojas de Salto de Guairá e em Ciudad del Leste, ambas no Paraguai. Um pouco mais barato do que os Samsung.    



*** 


A Fiat apresentará hoje o seu novo SUV, na festa final do BBB-21. Acredito que seja o carro que o vencedor ou vencedora ganhará, além da grana de 1 milhão e meio.   


*** 


A Rede Globo está somando o que ganhou com o Big Brother deste ano. Deve chegar aos 50 milhões de reais. 



Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo