Miyamoto recebe título de Cidadão Honorário de Londrina


O empresário  Iwao Miyamoto  recebeu , dias atrás, o  título de Cidadão Honorário de Londrina. Por conta da pandemia, a homenagem foi entregue pelo  prefeito Marcelo Belinati no gabinete da prefeitura.   O  autor do projeto é  o vereador Jairo Tamura. Iwao nasceu  em Marialva , interior  do Paraná. Ele cursou  o  ginásio no colégio Londrinense. Após se formar   na faculdade voltou trabalhar e morar em Londrina, onde está   desde 1970. Desde então  participou  de diversas  atividades na cidade. Hoje ele atua na área imobiliária, de construção e  no agronegócio. Filho do meio de uma família de 9 irmãos,  estudou  na Escola Superior da Agricultura Luiz de Queiroz (USP) em Piracicaba . Tem MBA em Agribusiness - Administração e Economia também pela USP. Iwao Miyamoto  iniciou sua carreira na Cooperativa Agrícola de Cotia, atuou na  Companhia Nacional de Abastecimento - CONAB  em Brasília e , entre outros  cargos,  foi  diretor de Operações de Estoque do Governo , antigo CIBRASEM,  e  chefe de gabinete da presidência do Incra.  Atualmente,  dirige a Sementes Mauá (Soja e Trigo ), uma das três maiores empresas do setor no sul do país , com 1 milhão de sacas de sementes.  Ele  também é presidente da Associação de Intercâmbio Londrina-Nishinomiya /Japão e  proprietário da Três Lagoas Agropecuária  com 10.000 Ha no Mato Grosso. Considerado  pela revista “EXAME”um dos 10 homens mais influentes do agronegócio Brasileiro, apresenta expressivo curriculum: foi  presidente da EXPO IMIN-80 , presidente da Associação Paranaense dos Produtores de Sementes, 4 vezes presidente da   Associação Brasileira de Sementes e Mudas, foi membro  do conselho de Agronegócios do Ministério  da Agricultura , presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Soja,  e da Federación Latino Americana del Asociaciones del Semillas. Por fim, foi presidente do Congresso Panamericano de Sementes em Fortaleza em 2006 e do Congresso Fito Patologia das Américas em  2008 na cidade de Brasilia .  

Miyamoto recebe título de Cidadão Honorário de Londrina
Divulgação
 




 Kássio Nunes telefonou aos três senadores paranaenses 

Está marcada para amanhã, em Brasília, e pelo sistema on-line, com os senadores em suas casas ou escritórios, a sessão de sabatina do desembargador Kássio Nunes, o piauiense que foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para a vaga de Celso de Mello, que acaba de se aposentar, no Supremo Tribunal Federal.  Kássio Nunes procurou os três senadores do Paraná, pelo telefone, pedindo apoio para  sua indicação, se for aprovado na sabatina, onde deverá mostrar todo seu conhecimento jurídico. Para a deputada e advogada de São Paulo, Janaina Paschoal, que comandou as acusações e o processo que levaram a presidente Dilma Rousseff ao impeachment,  “a indicação de Kássio Nunes foi uma traição aos eleitores bolsonaristas.” Com 45 anos de idade, Kássio Nunes, se for aprovado e assumir o STF, ficará 30 anos nesse poderoso e importante cargo da República.   O jornalista J.R. Guzzo afirmou: “O caso André do Rap mostra que o crime está acima de todos, em nosso Brasil”. 





  

NA SECRETARIA NACIONAL DO CONSUMIDOR

O advogado André Cunha, especialista em direito tributário pela FGV, visitou o Ministério da Justiça, semana passada, para uma reunião  na Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon). Na ocasião foi recebido pela  titularr da pasta, secretária Juliana Domingues (foto). O motivo da audiência foi  obter  informações sobre a relação entre o sistema tributário nacional e os consumidores. Ele lembra  que  o Brasil tem carga mais pesada de impostos sobre consumo do  planeta em relação ao PIB. Sobre  o tema, Juliana Domingues comentou : "Vale dizer que o contribuinte está enquadrado como consumidor em diversas relações que estabelece no cotidiano, assim como existem vários aspectos em comum entre o direito do consumidor e o sistema tributário. O Brasil tem uma matriz tributária  baseada no consumo, em razão da incidência de tributos como ICMS, IPI e ISS, que tem como característica a repercussão econômica na cadeia de consumo e acarreta o repasse do ônus tributário ao consumidor final, por meio da incorporação do tributo no preço do produto ou serviço. Por esta razão, existem debates no sentido de defender a tributação sob o ponto de vista da capacidade contributiva. Como esse tipo de tributação é indireta, o aumento de preço incide dentro da cadeia produtiva, sendo repassada ao consumidor final. Existem outros aspectos de convergência entre defesa do consumidor e sistema tributário, como  à pirataria.  Também  temos que lembrar que muitos produtos piratas colocam em risco a saúde e a segurança do consumidor, ou alimentam cadeias de sonegação trazendo  efeitos negativos ao fisco e às relações de consumo. Andre Cunha salienta que,  para ele, a reunião era tão importante e esclarecedora  que  foi com um terno novo, confeccionado pelo amigo  e  renomado alfaiate Flávio Pamplona  

Miyamoto recebe título de Cidadão Honorário de Londrina
Divulgação
 



 

 

Diretoria da Rural 

Sob a presidência do engenheiro Antônio Sampaio, a diretoria da Sociedade Rural do Paraná esteve reunida ontem no final da tarde. Presentes o vice-presidente Afrânio Bandão e outros integrantes da diretoria executiva.   


Água mineral 

Respondendo a leitores que telefonaram para a Coluna: a água mineral Safira, vendida em Londrina e região, é de Iguaraçu. A água Peruille, entregue aqui a cidade, vem do município de Peabiru. 


*** 

 

Ficamos pensando: por qual razão o município de Londrina e também  Tamarana não entraram no setor de águas minerais, já que possuem algumas minas? Faltou empreendedorismo, apoio ou financiamentos?  



 DIA DAS CRIANÇAS 

O Colégio Londrinense celebrou o Dia das Crianças com distribuição de presentes para os alunos do 1º ao 7º ano, no formato drive-thru , com a participação dos professores. Foi a forma encontrada pela direção do colégio para festejar a data durante a pandemia. Dois dias de reencontro, festa, alegria para diminuir a saudade dos professores.  

 

Na foto,Alex Eduardo Gimenes Osti, os filhos Antônio e Izabel, a professora Fernanda Novais Spirandelli e a Coordenadora Márcia Regina de Aquino Ilário 

Miyamoto recebe título de Cidadão Honorário de Londrina
Divulgação
 



A aluna Manuela Murakami Cassiano Carlos Silva com a professora Fabiane Karina de Souza Negrão  

Miyamoto recebe título de Cidadão Honorário de Londrina
Divulgação
 




Venda de carros usados 

A venda de carros usados em Londrina melhorou muito em setembro último. No Brasil todo foram negociados 1 milhão e 400 mil veículos. Isso foi ouvido “en passant”entre pessoas que estiveram  na  Caldarelli Veículos.  

 

Os novos caminhões  

A Scania chega ao volume histórico de 50 caminhões movidos a GNV e/ou biometano vendidos no país, um ano após a abertura do recebimento das encomendas. Uma parte dos veículos já entrou em operação, outra ainda será entregue e a solução continua a chamar a atenção de embarcadores e transportadores de todos os tamanhos.   




Susto em Ibiporã 

Tiroteios em bairros de Ibiporã deixaram muita gente assustada na vizinha cidade. O que se fala pelas ruas é que um grupo andou disparando pelo alto, tentando “marcar território”.        




SEGUNDO LIVRO NA PANDEMIA 

"Para uma equipe que operava de 6 a 7 pacientes por dia,  e reduziu a dois na pandemia, só fazendo poemas mesmo”, disse a esta Coluna o professor Francisco Gregori, famoso cirurgião do coração, que está lançando o seu segundo livro poético, escrito nessa época de Covid-19, e cujo titulo é “Do complexo ser humano”, editado pela Ibis Livris, do Rio de Janeiro.   

Miyamoto recebe título de Cidadão Honorário de Londrina
Divulgação
 



Globo decide acabar com seus programas de humor 

O que se fala nos corredores da Rede Globo é que a emissora decidiu  “passar a régua” em seus atuais programas humorísticos. Dos atuais deverá ficar apenas “A Escolinha do Professor Raimundo”, cuja última temporada está começando. Inclusive, com  alguns personagens dado a atores já com experiência na emissora.  

O mundo está ficando muito chato, o que vale também para a programação de TV, e na Globo a Escolinha é uma de suas melhores atrações. O filho de Chico Anysio está bem no papel de professor, um dos melhores personagens criados pelo saudoso humorista. Vão acabar os programas Zorra, que já foi ótimo como Zorra Total; Isso a Globo não mostra, dentro do Fantástico; e o Fora de hora.  Em 2021, todos os humorísticos estarão fora do ar. O setor será entregue ao roteirista Antonio Prata, que entra no lugar de Marcius Meling.    

 

 

*** 

 

A consagrada atriz Fernanda Montenegro fez  91 anos, sábado último. Tem  mais de 73 de atuação no teatro brasileiro. 


***

 

 Torcedores do Santos em Londrina lamentando que a diretoria esteja  vendendo o ponta esquerda Soteldo, muito bom de bola, para pagar dívidas. 


***

 

Para os são-paulinos da cidade e região:  se o Tricolor não ganhar do Binacional, no Morumbi, no jogo em que cumpre tabela na Libertadores, onde foi eliminado, poderá também perder a vaga na Copa Sul-americana. 


***

 

No movimentado mundo da música brasileira, Luan Santana terminou seu relacionamento de 12 anos com a bonita Jade Magalhães. Vamos recordar que Luan estava na grade de shows para a Exposição de Londrina deste ano,  em outros eventos no Paraná, que a pandemia forçou a o seu cancelamento. 

  

***

 

Manchete do Jornal Nacional, da Rede Globo: “É assustador o poder dos traficantes e milicianos no Rio de janeiro!” O Brasil e o mundo todo sabem disso. Mas agora está demais realmente. Estão matando candidatos a vereadores e ameaçando quem não votar nos nomes indicados pelos milicianos. 


***

 

Cem pessoas morreram por “balas perdidas” na cidade do Rio de Janeiro, disparadas por marginais em confrontos com policiais. Observadores afirmam que asa balas podem ser dos dois lados, pois o negócio deles é atirar. Pouco se importando com o que ocorre ao redor.  

 

 


 Uma ideia alheia que serve muito para limpar a cidade 



Para o futuro prefeito de Londrina, para quem o povo escolher e votar por uma cidade mais limpa: criar uma campanha em parceria com uma fábrica de cerveja local ou regional para “trocar lixo por cerveja”. A pessoa limpa sua casa, seu quintal, junta a sujeira, deixa a cidade mais bela, ainda combate o calor ou festeja o inverno, com cerveja. É isso vamos esquentar as “loiras geladas” com uma campanha dessas. E vamos nos livrar de dengue e outros vírus que passeiam pela cidade toda. É só prefeito querer, conseguir uma parceria boa, e a Câmara Municipal apoiar o projeto, que dará certo. Custará bem menos o que tratar centenas ou milhares de pessoas doentes, por causa do lixo espalhado pelas ruas e quintais da cidade. Ou então trocar por guaraná ou outros refrigerantes, ao lado de cervejas. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo