|
  • Bitcoin 102.049
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Oswaldo Militão - Social

m de leitura Atualizado em 21/06/2022, 03:06

Jantar de 85 anos Acil

A celebração da entidade reuniu diretores, ex-presidentes, associados, representantes do setor produtivo, entre outros

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 21 de junho de 2022

Oswaldo Militão
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação
menu flutuante

O jantar para celebrar os 85 anos de trajetória da Acil reuniu a presidente Marcia Manfrin e sua diretoria, diversos ex-presidentes, Conselho Fiscal, Conselho Deliberativo, Conselho Suplente e Conselho da Mulher Empresária, colaboradores, associados, empresários, representantes do setor produtivo e do poder público. A festa foi realizada dia 9 de junho, no Espaço Villa Planalto, com várias homenagens em uma cerimônia de muita emoção. Todos os ex-presidentes da Acil, por exemplo, receberam uma placa.  

Valter Orsi recebeu, além da placa, homenagem especial da presidente Marcia Manfrin (foto). Foi ele quem a convidou para fazer parte da entidade como diretora de Serviços. Orsi ganhou um quadro com menção a duas ações que marcaram suas gestões: Pés Vermelhos, Mãos Limpas, e Brasil Mostra a sua Garra Valter Orsi recebeu, além da placa, homenagem especial da presidente Marcia Manfrin (foto). Foi ele quem a convidou para fazer parte da entidade como diretora de Serviços. Orsi ganhou um quadro com menção a duas ações que marcaram suas gestões: Pés Vermelhos, Mãos Limpas, e Brasil Mostra a sua Garra
Valter Orsi recebeu, além da placa, homenagem especial da presidente Marcia Manfrin (foto). Foi ele quem a convidou para fazer parte da entidade como diretora de Serviços. Orsi ganhou um quadro com menção a duas ações que marcaram suas gestões: Pés Vermelhos, Mãos Limpas, e Brasil Mostra a sua Garra |  Foto: Divulgação
 
Os ex-presidentes da Acil, Abilio Medeiros, Valter Orsi, Farage Kouri, Flavio Balan, Fernando Moraes, Marcelo Cassa, George Hiraiwa, Claudio Tedeschi, Nivaldo Benvenho, Kentaro Takahara Os ex-presidentes da Acil, Abilio Medeiros, Valter Orsi, Farage Kouri, Flavio Balan, Fernando Moraes, Marcelo Cassa, George Hiraiwa, Claudio Tedeschi, Nivaldo Benvenho, Kentaro Takahara
Os ex-presidentes da Acil, Abilio Medeiros, Valter Orsi, Farage Kouri, Flavio Balan, Fernando Moraes, Marcelo Cassa, George Hiraiwa, Claudio Tedeschi, Nivaldo Benvenho, Kentaro Takahara |  Foto: Divulgação
 
iretoria do Conselho da Mulher da Acil: Karen Nalin Sinnema, Ana Maria Munhoz, Silvana Bonafine, Marisol Chiesa, Rosemara de Oliveira Santos e Karina Turbay Schnaid iretoria do Conselho da Mulher da Acil: Karen Nalin Sinnema, Ana Maria Munhoz, Silvana Bonafine, Marisol Chiesa, Rosemara de Oliveira Santos e Karina Turbay Schnaid
iretoria do Conselho da Mulher da Acil: Karen Nalin Sinnema, Ana Maria Munhoz, Silvana Bonafine, Marisol Chiesa, Rosemara de Oliveira Santos e Karina Turbay Schnaid |  Foto: Divulgação
 

NARRADORES ESPORTIVOS QUE FAZEM ALEGRIA DAS TORCIDAS 

DIRCEU Marchioli, o Maravilha, Odney Edson (que trabalharam em Londrina) e Oscar Ulisses (hoje titular da Rádio Globo) são narradores esportivos que nasceram em Marilia, cidade que revelou muita gente para o rádio. O famoso Osmar Santos, o mais criativo deles, irmão de Oscar e Odney, nasceu em Osvaldo Cruz. Osmar ficou meu amigo. Eu e Celso Aarão sentamos com ele e a esposa, na festa de casamento de Oscarzinho Martinez, em São Paulo. Foi aquela conversa alegre e histórias de mais de três horas. Bons tempos. Aqui em Londrina, muita gente se lembra dos destacados Willy Gonzer,  Arceno Atas,  Augusto Reis,  Francisco Natal e dos sempre aplaudidos e atuais Fiori Luiz e Jota Matheus e os jovens que estão surgindo, em outras emissoras. O rádio esportivo veio para ficar. Faz parte de todas as torcidas. O primeiro narrador que saiu de Londrina para brilhar em emissora famosa de São Paulo, foi Antônio Euclides Sapia, que na Rádio Panamericana, a líder de audiência na época, era o escalado até para substituir o titular Pedro Luís. O curso de Comunicação e Jornalismo da UEL poderia sugerir à Rádio UEL FM criar um programa esportivo e dar chances para quem deseja ser narrador, comentarista, repórter esportivo e etc. Fica a nossa sugestão, para, quem sabe, a nova reitora da Universidade, conversar a respeito com o diretor desse curso.       

A VITRINE TECNOLÓGICA DO BELA+ 

O Bela+, vitrine tecnológica realizada pela Belagrícola, volta ao formato presencial este ano, de 22 a 24 de junho, na Unidade de Difusão e Tecnologia da empresa, em Cambé, Rod. Celso Garcia Cid, KM 92, e nas 40 filiais do Norte do Paraná e São Paulo. Durante três dias, reconhecidos especialistas dos setores do agronegócio, gestão, finanças e investimentos, estarão compartilhando informações com os participantes. O objetivo é apresentar ao produtor oportunidades de negócios, soluções tecnológicas e novidades para as culturas de inverno. 

LUÍS ALFREDO GIGLIO 

O hoteleiro Luís Alfredo Giglio comemorou seus 80 anos nesse final de semana, recebendo familiares de Londrina, de Curitiba e de São Paulo, para comemorar a data, ao lado de Leila, sua esposa. 

 ****

ANIVERSARIANDO hoje, Francisco Prando Galli, ex-presidente da Sociedade Rural do Paraná, o médico Manuel Alves Pereira Junior e a empresária Célia Maria Dias Ferreira. 

 ****

AMANHA, comemoram aniversários Maria Luiza Fuganti, o médico Francisco Eugenio Campiolo e o bancário Diogo P. Oliveira. 

 ****

NO DIA 22, abraços para os aniversariantes Fernanda Kater Brito, Márcia Caldo Barros e Luís Carlos Bruschi. 

 ****

O EX-PREEITO e médico Luis Eduardo Cheida aniversaria no dia 23. Foi também deputado estadual e secretário estadual do meio ambiente. Cheida voltou a se destacar na cidade e região em sua clínica de gastroenterologia. 

Leonardo fez show para inaugurar a praia do Morro dos Anjos 

Mais de 2,5 mil pessoas se reuniram para o show exclusivo do cantor sertanejo Leonardo no dia 16 de junho, no Resort Morro dos Anjos. Ainda em construção, o resort é um empreendimento dos irmãos Rodrigo e Patrick Ferro (na foto com Leonardo), proprietários da plataforma CA2A. O show durou mais de duas horas, com clássicos da carreira  de 30 anos cantor. Na plateia, o apresentador Ratinho,  empresários e investidores da região. O resort fica na Rodovia BR-369, KM 57, em Bandeirantes, ao lado do Santuário São Miguel Arcanjo. Durante o evento, os convidados puderam conhecer com exclusividade um dos chalés do espaço, totalmente equipado. O resort terá diversos tipos de hospedagem e uma estrutura completa para os hóspedes:  águas quentes termais, complexo aquático, parque indoor, piscina de surf, praça gastronômica e muito lazer para desfrutar por meio do sistema de multipropriedade.  

Imagem ilustrativa da imagem Jantar de 85 anos Acil Imagem ilustrativa da imagem Jantar de 85 anos Acil
|  Foto: Antonio Neto - Divulgação
 

 lançamento de livro

Nesta terça (dia 21) o Coco Bambu de Londrina recebe o evento de lançamento do livro “Restaurações Cerâmicas”, dos escritores Carlos Archangelo, José Carlos Romanini e Amilcar Freitas(foto). A obra já foi lançada em Florianópolis, Santa Catarina, no 6º Congresso Internacional da Revista Clínica,  em Natal, Rio Grande do Norte, no CIOI (Congresso Internacional de Odontologia Innovation), e agora chegou a vez de Londrina. 

Imagem ilustrativa da imagem Jantar de 85 anos Acil Imagem ilustrativa da imagem Jantar de 85 anos Acil
|  Foto: Divulgação
  

 SRP completando 76 anos  

Neste domingo (dia 19), a Sociedade Rural do Paraná completou 76 anos. Criada por 50 agropecuaristas liderados por Hugo Cabral, tinha como foco fortalecer a agropecuária do Estado. A história da entidade, de Londrina e região se inter-relacionam em muitos acontecimentos. Nesta sua trajetória, a SRP fomentou o desenvolvimento regional e representou o agropecuarista em suas reivindicações. Na época da criação, a então Associação Rural de Londrina brigou pela cafeicultura, defendeu causas em prol do desenvolvimento da região e organizou eventos. Entre eles, a 1ª Exposição de Pecuária e a 2ª Agrícola. Transformadas anos mais tarde em Sociedade Rural do Paraná, é responsável por uma das mais importantes feiras agropecuárias do país, a ExpoLondrina, que este ano realizou a sua 60ª edição, com grande sucesso, após dois anos suspensa em função da pandemia. O presidente Antônio Sampaio comenta que a Rural tem foco no agronegócio, mas entende que para o bem de todos é preciso que a região se desenvolva. “Por isso estamos lado a lado com outras entidades da cidade, discutindo o desenvolvimento regional”, diz. 

Uma entidade tech 

Uma das frentes abertas pela entidade é a tecnológica. O DNA inovador da Sociedade Rural direcionou o Parque Ney Braga para um caminho que vem percorrendo há mais de 20 anos, em parceria com a Embrapa, Sebrae, UEL, IDR- Paraná, em um programa tecnológico. Sampaio exemplifica, que a entidade é um dos pilares do ecossistema do agro, com a Governança Agro, a instalação do primeiro Polo Tecnológico do Mapa no Parque com lançamento de projetos voltados para o segmento FoodTech; a instalação do Parque Tecnológico SRP Valley, primeiro parque tecnológico agro privado do País, que tem como âncora o hub Cocriagro e a Aceleradora de Startups Go SRP. 

Anos de história 

Foram muitas as bandeiras erguidas pela SRP ao longo dos 76 anos. A entidade teve papel de destaque na criação de órgãos de extrema importância para fomentar o desenvolvimento econômico, educacional e tecnológico do Estado, como o Instituto Agronômico do Paraná (hoje IDR-PR/Iapar-Emater), a UEL e a Embrapa-Soja. A SRP esteve ainda diretamente ligada a questões que envolveram desde a sanidade até o registro genealógico dos animais, com destaque para o melhoramento genético do gado nacional. O presidente da SRP, Antônio de Oliveira Sampaio reforça: “são 76 anos de representação política da classe dos produtores rurais, cumprindo seu papel dentro de um estado democrático de direito”. 

Do leitor Jorge Nishikawa 

O atento amigo e leitor Jorge Nishikawa envia-nos o seguinte comentário sobre nota em que citamos o saudoso Celso Aarão: “Vi seu comentário com relação ao locutor Celso Aarão Carneiro. Foi meu amigo em São Paulo. Outro grande amigo, e continua sendo, é o grande locutor Jorge Helal, considerado uma das melhores vozes do Brasil e que começou em Londrina. A voz de Celso Aarão Carneiro era padrão da Rádio Excelsior de São Paulo. Mesmo morando em Londrina, o Celso gravava aqui as chamadas e ia pro ar na famosa Excelsior de São Paulo. Celso também foi dono de rádio em Londrina”. 

****

LONDRINA tem sim um templo da Igreja Anglicana, que fica próximo ao Londrina Country Club. Foi construída nos anos 50. Em São Paulo, a primeira Igreja Anglicana foi erguida em 1872, por ingleses da capital paulista. Sua creche, informam de lá, cuida de cerca de 2 mil crianças. 

****

UM FREQUENTADOR de Bibliotecas queixava-se na Banca Flamengo, no Mercado Shangri-lá, que até a Biblioteca Pública Municipal de Londrina não tem jornais para oferecer ao público leitor. Disse que acha falta da Folha de Londrina, da Folha de São Paulo, do Estadão, e etc. Também das revistas nacionais. Pede á Prefeitura que pense nisso com carinho. 

****

PIQUEROBI (cidade vizinha de Santo Anastácio, no Oeste paulista) disputa com Santana de Parnaíba e Matão, também no estado de São Paulo, qual o tapete de Corpus Christi considerado o mais bonito, o mais colorido. Matão é a cidade onde nasceu José Carlos Pinotti, saudoso ex-terceiro reitor da UEL. Sucedeu a Oscar Alves, seu grande amigo. 

*****

A opinião do colunista não é, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1