|
  • Bitcoin 105.795
  • Dólar 5,2368
  • Euro 5,5080
Londrina

Oswaldo Militão - Social

m de leitura Atualizado em 17/05/2022, 18:50

Homenagem a Ricardo Orikasa

No 65º Prêmio Paulista de Honra Nikkei, Social, Cultura e Esporte 2022, ele foi homenageado pela dedicação à preservação da cultura japonesa

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 18 de maio de 2022

Oswaldo Militão
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação
menu flutuante

No 65º Prêmio Paulista de Honra Nikkei, Social, Cultura e Esporte 2022, realizado em maio, o professor Ricardo Rikichi Orikasa (foto) foi homenageado pela dedicação à preservação da cultura japonesa. Natural de Fukushima-ken, Kooriyama-shi, Orikasa veio ao Brasil em 1956, com nove anos. Foi um dos sete fundadores da Associação Brasileira de Canção e presidiu a Aliança Cultural Brasil Japão do Paraná. Em 2014, recebeu o título de Cidadão Honorário do Paraná e em 2019, a comenda de mais alta categoria concedida pela Casa Imperial do Japão, a Condecoração "Ordem do Sol Nascente, Raios de Ouro e Prata". 

Imagem ilustrativa da imagem Homenagem a Ricardo  Orikasa Imagem ilustrativa da imagem Homenagem a Ricardo  Orikasa
|  Foto: Divulgação
 

ENCONTRO DE EX-ALUNOS DO COLÉGIO CRISTO REI 

Após uma pausa de dois anos, por causa da pandemia, o tradicional encontro de ex-alunos do Colégio Cristo Rei, de Jacarezinho, voltará a ser realizado aqui em Londrina, sexta-feira e sábado próximos. Na sexta, jantar no restaurante do Blue Tree Hotel. No sábado, aquele grande almoço na Toca do Cateto, de José Rojas Gavilan, um dos ex-alunos desse famoso educandário, onde estudaram ex-deputados, secretários de estado e ex-reitores de universidade estaduais, como as de Londrina e de Maringá.  São esperados ex- alunos e seus familiares. Para matar as saudades e colocar a prosa e as histórias em dia, disse José Rojas Gavilan, que tem no sobrenome dois goleiros muito conhecidos: Rolas, o chileno que foi do São Paulo e da seleção chilena, e Gavilan, o paraguaio que defendeu o Londrina de Futebol e Regatas. Um grande abraço a todos os participantes desse encontro de colegas de carteiras escolares, internatos e da vida toda. 

MÚSICA ROMÂNTICA NO DOMINGO 

Osvaldo Renê, Marcos Santos e o Dj Marcos Fecchio apresentam o espetáculo Românticos à Media Luz, dia 22, domingo, às 19 horas, no Bar Valentino. Tangos, boleros, milonga e outros ritmos latinos. Com os ingressos apenas a 15 reais. 

MISSA PARA HELENA NEME FERNANDES 

 Haverá missa de 30 dias de falecimento de Helena Neme Fernandes Ruiz, nesta quarta (18), às 18h30, na Igreja Imaculada Conceição, na rua Belo Horizonte. 

O cardiologista Miguita fala da importância do golfe na saúde 

O cardiologista Luis Carlos Miguita  disse à Coluna que o golfe é um esporte fascinante. "Faz bem à saúde em todos pontos de vista. Previne doenças, melhora o emocional e a disposição ao trabalho aumenta. É um local ótimo e perfeito para se fazer negócios comerciais.Por isso muitas empresas investem neste esporte. Também protege e valoriza o meio ambiente. Esporte com pouco estresse, joga-se com telefone desligado. Milhões de pessoas jogam no mundo. Mas no Brasil ainda engatinha. Alguns milhares jogam golfe. Aumentaram os campos principalmente em São Paulo. No Paraná existem dezenas. Em Londrina dois campos: O Londrina Golf Club e o Royal Golf. Felizmente está perdendo a fama de que é um esporte elitizado”, relata Miguita, um dos grandes incentivadores desta modalidade na cidade. Ele ainda lembra que é um esporte familiar, de netos a avós, todos praticam golfe e passam o dia de forma agradável. Miguita conta que o futuro está nas crianças. “Nos dois clubes, dezenas delas já estão tendo contato com os tacos e bolas. Logo serão milhões também no Brasil “. O cardiologista convida   para uma visita ao Londrina Golf Club neste próximo fim de semana (dias 21 e 22 de maio) quando será realizado o XXVII Open de Golf Norte do Paraná. Mais de uma centena de jogadores do Paraná, São Paulo e Santa Catarina estarão presentes. Torneio válido para o ranking paranaense. Na foto, os golfistas Pedro Lúcio de Andrade, Luiz Carlos Miguita, José Cezario Júnior e Carlos Fujiwara treinando domingo último no Londrina Golf Club 

Imagem ilustrativa da imagem Homenagem a Ricardo  Orikasa Imagem ilustrativa da imagem Homenagem a Ricardo  Orikasa
|  Foto: Divulgação
 

NETWORKING MUNDIAL 

Fernanda Figueredo e Mariana Bogus, diretoras executivas do  Business Network International no norte do Paraná, marcaram presença na Conferência da América Latina do BNI  no Peru, semana passada, com mais de 700 empresários de nove países do continente e da Espanha, além de 2 mil participantes de várias partes do mundo que assistiram às palestras, sobre networking profissional, no formato online. No norte do Paraná o BNI reúne mais de 350 membros em nove grupos. Mais cinco estão em processo de lançamento, fomentando o crescimento da economia de Londrina e região. Na foto, Vilo Ivich e Marco Badena, diretores executivos no México, ao lado de Mariana e Fernanda. 

Imagem ilustrativa da imagem Homenagem a Ricardo  Orikasa Imagem ilustrativa da imagem Homenagem a Ricardo  Orikasa
|  Foto: Divulgação
 

A Criança, o Vovô e o Tubo 

Procuro algumas anotações e encontro em uma delas a opinião do amigo Wilson Silva, notável  jornalista, que criou na FOLHA as colunas “O Parafuso, o jornal que não o prego” e o famoso “Atrás do Toco”. Wilson conquistou para a FOLHA o prêmio de melhor cobertura da inauguração de Brasília, com texto e fotos dele. Era também piloto de avião e foi várias vezes aos Estados Unidos a trabalho. É de Wilson a seguinte opinião: “Ah, como o ser humano é muito interessante! Vejam e observem a criança, ainda bebê, e o vovô, já bem mais velho: ambos são apenas um TUBO DIGESTIVO, sem nenhuma responsabilidade nas duas extremidades!” 

****

“APROVEITE bem os seus momentos felizes, que o futuro é cheio de altos e baixos, até o adeus final aqui na Terra”. Escrito no quadro negro (ou lousa, coisa antiga) pelo saudoso professor Guido, que lecionava Ciências, nos anos 50, no Ginásio Estadual de Sto. Anastácio, Oeste Paulista. 

De onde vem o trigo 

O LEITOR, cujas iniciais é ROP,   pergunta à Coluna de onde vem o trigo para indústrias como as de Sertanópolis e de Arapongas produzirem tão boas farinhas? Não sei, mas o que podemos dizer é que o Brasil é o quarto maior produtor de trigo do mundo, com 7 milhões de toneladas. Mas consumimos mais de 12 ,5 milhões e, por isso, o Brasil precisa aumentar a sua produção de trigo.  

***

PENSANDO em trigo, o novo pão para hamburguer da Nelson Boulangerie ficou muito bom. O croissant de lá vem atraindo muitas pessoas para o café da tarde. 

***

A opinião do colunista não é, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1