|
  • Bitcoin 103.036
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Oswaldo Militão - Social

m de leitura Atualizado em 15/06/2022, 02:36

Corpus Christi na Catedral de Londrina

A celebração é nesta quinta-feira e promete atrair milhares de pessoas

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 15 de junho de 2022

Oswaldo Militão
AUTOR autor do artigo

Foto: Divulgação
menu flutuante

Corpus Christi na Catedral de Londrina promete atrair milhares de pessoas. A celebração é nesta quinta-feira (dia 16), às 9h, com uma grande procissão. Depois de dois anos de “tapete virtual”, a população poderá celebrar e visitar os 100 painéis confeccionados ao longo das travessas padre Eugênio Herter e Bernardo Greis - no entorno da Catedral. Fieis das paróquias Sagrados Corações e Nipo-Brasileira se unirão à Catedral para celebrar o momento tão especial.  “Convidamos a todos os londrinenses e moradores de cidades vizinhas para que venham participar dessa linda demonstração de fé, a solenidade de adoração da Eucaristia”, declarou o Cura da Catedral Metropolitana, padre José Rafael Solano Durán (foto). 

Imagem ilustrativa da imagem Corpus Christi na Catedral de Londrina Imagem ilustrativa da imagem Corpus Christi na Catedral de Londrina
|  Foto: Divulgação
 

Uma grande visita 

O cardiologista Luis Carlos Miguita conta que passou em sua clínica para check-up o doutor Lauro de Castro Beltrão, professor aposentado do curso de Medicina da UEL. Aos 91 anos, ele foi avaliado pelo doutor Danilo Guedes, e os exames mostraram que sua saúde está em boas condições. Doutor Lauro Beltrão foi professor da disciplina de Anatomia de Miguita, durante a faculdade de Medicina na UEL. “Professor catedrático, de Anatomia Humana, lembrado com carinho por quem o conheceu”, recordou Miguita. Pioneiro da vizinha Ibiporã, por décadas Dr Beltrão entregou conhecimento e participou da formação de muitos médicos pelo Brasil. 

Imagem ilustrativa da imagem Corpus Christi na Catedral de Londrina Imagem ilustrativa da imagem Corpus Christi na Catedral de Londrina
|  Foto: Divulgação
 

Ceramistas de Londrina promovem encontro  

A artista plástica e professora  da UEL, Yoshiya Nakagawara Ferreira, abre as portas do seu ateliê na rua Fernando de Noronha, 1.400, para o Encontro de Ceramistas de Londrina. O evento será nos dias 30 de junho, 1 e 2 de julho. Yoshiya conta que quando viajou ao Japão com a mãe dela, na região de Hiroshima, berço da cerâmica japonesa, acompanhou muitas reuniões em que os ceramistas trocavam informações sobre técnicas e materiais. É isso que ela quer ver em Londrina onde a arte da cerâmica está ganhando cada vez mais força. Durante o evento, os visitantes poderão ver o trabalho de 30 ceramistas com demonstração de técnicas e o acervo da anfitriã, composto por cerâmica japonesa, pré-colombiana e peças feitas no Brasil por artistas renomados como Megumi Yuasa e Kimi Nii. A entrada é gratuita. Na foto, ,Mikaela Lentini, ceramista, Udhi Jozzolino, artista plástica, Yoshiya Nakagawara Ferreira, a anfitriã do encontro, e Rosana de Andrade, ceramista. 

Imagem ilustrativa da imagem Corpus Christi na Catedral de Londrina Imagem ilustrativa da imagem Corpus Christi na Catedral de Londrina
|  Foto: Divulgação
 

Lançamento da Cidade Tecnológica 

Nesta quarta (dia 15) é dia do lançamento da “Cidade Tecnológica de Londrina”. Vai ser na prefeitura, às 9 horas, em evento com a presença do prefeito Marcelo Belinati e do ex-secretário municipal de Governo Alex Canziani, idealizador da proposta que será implantada na antiga Fazenda Refúgio, na região sul. O projeto será executado através de um “Procedimento de Manifestação de Interesse”, que vai envolver a iniciativa privada.  Alex acredita que a Cidade Tecnológica, voltada para o fomento da produção tecnológica, será uma grande conquista e o maior legado da gestão Marcelo Belinati. 

Junho Vermelho: empresa estimula doação de sangue pelos funcionários  

O Grupo Viação Garcia-Brasil Sul está incentivando os seus colaboradores em Londrina a um ato solidário de grande importância: doar sangue ao Hemepar, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná, que funciona integrado ao Hospital Universitário. A campanha é realizada no mês de alerta e conscientização da importância da doação de sangue, “Junho Vermelho”. Uma única bolsa de sangue pode salvar a vida de até três pessoas. Para ser doador, é preciso estar em boas condições de saúde e ter entre 16 e 69 anos completos (menores precisam de autorização e a presença do responsável). Outros requisitos: pesar no mínimo 51 kg (na balança do Hemepar), estar descansado, alimentado e hidratado. No ato da doação é preciso apresentar documento oficial com foto. O Grupo Garcia Brasil-Sul (GBS) mobilizou-se para fazer o agendamento dos funcionários que desejam ser voluntários e está estimulando o maior número possível de pessoas a participar da ação. Um ônibus da empresa levará os colaboradores ao Hemepar nesta quarta-feira (15), com saída da empresa às 13h15. 

Aula-palestra sobre o livro Em Busca de Sentido 

O Clube do Livro de Londrina está de volta com uma obra-prima do nosso tempo. O escritor e jornalista Paulo Briguet vai fazer uma aula-palestra sobre o livro “Em Busca de Sentido”, de Viktor E. Frankl (1905-1997). Publicada em 1946, a obra relata o período em que o autor, um notável médico e psicólogo austríaco foi prisioneiro dos campos de concentração nazistas. Testemunho escrito com o coração nas mãos, sem qualquer traço de ressentimento ou sede de vingança. A aula-palestra será nesta quarta (dia 15),  a partir das 19h30, no Auditório do Mãe de Deus. As vagas são limitadas. Informações e reservas pelo número (43) 99101-1880 (WhatsApp). 

****

O PROGRAMA de entrevistas Militão & Militão, pela TV CNT, irá ao ar hoje, às 20h45. Novo horário durante algum tempo, para depois retornar às 23 horas.   

 Ainda mais homens do que mulheres 

Há mais pré-candidatos homens do que mulheres, a deputados estaduais e deputados federais, embora o número delas estejam crescendo também. Londrina precisa de mais representantes tanto na Assembleia Legislativa como na Câmara dos Deputados em Brasília. Resta saber o que os eleitores de Londrina farão com seus mais de 350 mil votos. Não podem é fazer o que aconteceu da vez passada: dar centenas de votos a um candidato de Curitiba que nem a esta cidade veio e que foi o mais votado em Londrina!!!  

*****

A opinião do colunista não é, necessariamente, a opinião da Folha de Londrina 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1