Boa oportunidade para aprender técnicas na cozinha


 O isolamento fez muita gente descobrir ou retomar o gosto por cozinhar, testar receitas, se preocupar mais com alimentação e até refinar o paladar. Agora, uma boa oportunidade é aprender e aperfeiçoar técnicas, aprimorar talento, desenvolver novas habilidades, produzir e harmonizar texturas e sabores. A chef e professora Cláudia Oliveira (foto), coordenadora do curso de gastronomia da UniFil, ressalta que vale à pena buscar mais conhecimento tanto para curtir o prazer de uma boa mesa, em casa com a família, como para atuar no mercado gastronômico cada vez mais exigente. “Os novos tempos vão pedir profissionais ainda mais qualificados. Nosso curso de Gastronomia é bem completo e já preparou chefs que se destacam no Brasil e em outros países", comenta. 

Boa oportunidade para aprender técnicas na cozinha
Divulgação
 



 

Cloroquina e a medida provisória 966/ 2020   

 O novo protocolo para uso da cloroquina e hidroxicloroquina do Ministério da Saúde passou a recomendar o uso precoce dos medicamentos para tratamento da Covid –19, desde que paciente assine um termo de consentimento. A advogada Franciane Campos, especialista em direito médico, salienta que referido protocolo perdeu forças após a MP 966/2020, que dispõe sobre a responsabilidade de agentes públicos por ação e omissão em atos relacionados com a pandemia, ter sua constitucionalidade questionada junto ao STF. “O ministro relator do caso, Luis R.Barroso, não considerou a MP inconstitucional, contudo, destacou que os agentes públicos poderão ser responsabilizados ante a inobservância de normas e critérios científicos científicos e técnicos, podendo erro grosseiro. Assim, cabe ao médico ponderar os riscos e benefícios na prescrição dos medicamentos face a ausência da evidência científica conclusiva, sob pena de responsabilização civil e administrativa”, comenta 



 


Antes da pandemia 

Boa oportunidade para aprender técnicas na cozinha
Divulgação
 


Reunidos em evento que marcou a agenda social do início do ano em Londrina, antes da pandemia, Elenice e Nilo Dequech com Ayoub Hanna Ayoub 

 

  

 

Aniversário do despachante  

O despachante e leitor da Coluna Adir Batista comemora aniversário hoje. Um dos profissionais mais experientes de Londrina no ramo, ele é  muito  estimado por amigos e clientes. Também  é  festejado por toda equipe do Cartório  Rocha. Grande abraço!!! 


Aquele abraço

Estão aniversariando hoje o médico cardiologista e ex-deputado federal Waldimir Belinati, que chega aos 70 anos; o reitor da UEL, professor Sérgio Carvalho,  e a jornalista Adriana De Cunto, a nossa estimada Drica, chefe de Redação da FOLHA. Aquele abraço e muita saúde. 



Palavras de esperança

Boa oportunidade para aprender técnicas na cozinha
Divulgação
 

A Igreja Presbiteriana Central colocou em prática um projeto muito interessante no mês de junho. O pastor Leonardo Bahls está visitando as empresas para levar uma palavra de esperança aos empresários de Londrina. Nesta semana, ele visitou a escola de inglês FD English, da avenida Maringá. ”Em um momento tão delicado é muito bom saber que ainda existem pessoas de tão bom coração que trazem uma palavra de conforto para todos“, disse Celso Petrílio, diretor de uma das escolas. Na foto, Fabiano Teixeira, Dóra Horváth (FD English ), o pastor Leonardo Bahls e Celso Petrílio 

 



 

*** 


Cinco mil voluntários brasileiros serão selecionados, aleatoriamente, para os testes com uma vacina que poderá ficar pronta brevemente.  


***

 

Há 15 filmes e três séries que tratam dos problemas raciais nos Estados Unidos. E agora, com todos os movimentos de protestos contra a morte de George Floyd, Hollywood já está aberta a roteiros sobre os dramas dos relacionamentos entre brancos e negros nos Estados Unidos.  

 



Pré-candidato

Boa oportunidade para aprender técnicas na cozinha
Divulgação
 


O publicitário Luiz Henrique de Lima Gregui é pré-candidato a prefeito  de Ibiporã. Liderança jovem da cidade, ele tem 36 anos e é filiado ao PSDB. Gregui se formou em marketing e propaganda pela Unopar e tem pós- graduação em planejamento estratégico pela PUC-Londrina . Também integrou a equipe da secretaria estadual da Fazenda de 2011 a 2014, além de atuar como secretário parlamentar do ex-deputado Luiz Carlos Hauly. De acordo com ele, a provável candidatura deverá ter também o apoio do DEM e há conversas com outros partidos para ampliar a aliança. 


 

A modelo e o delegado

Chama a atenção de vários pais e familiares de moças que começam a conversar pelas redes sociais com rapazes que não conhecem direito e, em algumas vezes, acontecem desfechos lamentáveis. Foi o caso da bonita modelo Priscila Delgado, residente em Curitiba, que conheceu, pela internet, o delegado de polícia Paulo Bilynskyj, um paulista, instrutor de tiro de seus colegas, e em pouco tempo se apaixonou por ele. Tanto que em fevereiro último, em apenas 48 horas de contato, decidiram viver juntos. Marcaram casamento para o dia 5 deste junho, que seria, portanto, amanhã. Só que no dia 20 de maio, ela, 27 anos, apareceu morta com um tiro no peito, e ele, com 33 anos, com seis balas no corpo que teriam sido disparados por ela, que aprendeu a atirar com o futuro noivo. Ele foi levado com vida para o hospital, onde tenta se recuperar.  A família dela não aceita a tese de que ela teria se suicidado, segundo já foi divulgado. Todo cuidado, pois, com namoro rápido, pois morar junto tem lá seus problemas. É aquela história já dita várias vezes por homens e mulheres: quer conhecer bem uma pessoa, passe algum tempo com ela. Às vezes pode ocorrer o pior, como o caso da bela Priscila Delgado que foi se apaixonar rapidamente pelo delegado.  

 

 

 

 

Dia dos Namorados

Boa oportunidade para aprender técnicas na cozinha
Divulgação
 


A poucos dias para o Dia dos Namorados, a procura por presentes já é grande. Para muitos, a dúvida é: que presente dar? Pra ajudar os casais nesta escolha , os lojistas do Armazém da Moda prepararam opções incríveis com preços de se apaixonar. O shopping atende de segunda a sexta, das 11 às 19 horas. O estacionamento continua gratuito e as medidas de segurança, seguidas à risca. 

 

 

Deputado Luiz Philippe de Orléans
e Bragança em Londrina
 

Boa oportunidade para aprender técnicas na cozinha
Divulgação
 

Acompanhado da esposa Fernanda e do filho Max, o  deputado federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança encontra-se desde domingo em Londrina, hospedado na da casa dos sogros Kesae e Luiz Carlos Miguita. Daqui, ele participa pelo aplicativo via celular das pautas da Câmara dos Deputados, a exemplo de seus demais colegas de todo o Brasil.  Disse-nos ele, ontem, que assim conseguem deslanchar os trabalhos parlamentares nas pautas menos polêmicas, nos assuntos onde há consenso da maioria.  Pautas mais discutidas, como a Lei Anticensura e Lei Antiterrorismo, ficam para quando houver melhor oportunidade da presença de todos os deputados, que agora não está sendo possível por causa da pandemia do coronavírus.  

Sobre o que ocorreu nos Estados Unidos, com a morte do afro-americano George Floyd, ele considera que foi uma grande tragédia, de grande repercussão política inclusive.  Porque essa morte foi politizada e como lá existe uma oposição já bem organizada, pois os EUA estão em período eleitoral, com dois candidatos disputando a presidência, em um clima de grande antagonismo, bastaria um cadáver para ser “gasolina na fogueira”. E foi o que aconteceu, cometido por ato cruel de policial que já foi preso, que perdeu o emprego e colocou o país em polvorosa. Os negros estão revoltados  e com inteira razão, pois foi uma morte absurda. Mas os Estados Unidos não conseguem esconder que  têm uma população negra de 24% de pessoas (cerca 35 milhões deles) e que também se desentendem entre eles: brancos com negros, os dois com indígenas, com árabes, com judeus, com asiáticos, estes com europeus de diversas etnias e religiões e etc. E assim por diante.  Nós, no Brasil, temos uma população negra menor que a dos Estados Unidos, mas temos 80 milhões de brasileiros miscigenados. Todos temos alguma coisa  de descendência no DNA de cada um. O deputado mesmo tem no seu DNA 1% de índio, 2% de semita; e 97% de europeu. E é brasileiro, tataraneto da Princesa Isabel, que libertou os escravos em 1888.  O Brasil tem menos negros que os EUA, mas tem uma população de 80 milhões de miscigenados.     

Por fim, o deputado lembrou que há um projeto dele sobre a reforma tributária que está aguardando que o presidente coloque na pauta dos debates. O projeto visa mais recursos para os municípios e para os estados, dentro da filosofia “mais Brasil e menos Brasília”.  

 

 

 

Direito Internacional Público 

O jornalista Larry Rohter, dos EUA, que foi  correspondente no Brasil do jornal The New York Times, é colunista da revista Época, e disse o seguinte: “Uma vez um chanceler brasileiro me afirmou, conversando em off sobre a China, que o mundo ainda teria saudades da hegemonia norte-americana".  Não deu outra, alguns anos depois. Rohter deu como exemplo recente as tropas chinesas invadindo Taiwan, que vinha sendo um país independente desde 1949, praticando uma democracia exemplar. Mas a China passou por cima do tratado de que teria que aguardar 50 anos, do acordo com a Inglaterra, que devolveu Hong Kong para o governo de Pequim, que teria direito a tomar posse do território todo. Inclusive, já procurando instalar bases militares em pequenas ilhas próximas. Estes assuntos vêm sendo debatidos na matéria “Direito Internacional Público”, em vários cursos de direito de Londrina, do Paraná e do Brasil, onde professores estão bem atentos ao que acontece no planeta Terra.  

 



 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo