|
  • Bitcoin 109.164
  • Dólar 5,2393
  • Euro 5,5154
Londrina

Luiz Geraldo Mazza

m de leitura Atualizado em 24/05/2022, 19:04

Retomada de alerta

Apesar da queda de óbitos e casos novos, Curitiba e outras cidades paranaenses restabeleceram a máscara para lugares fechados

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 25 de maio de 2022

Luiz Geraldo Mazza
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Apesar da queda de óbitos e casos novos, Curitiba e outras cidades paranaenses restabeleceram a máscara para lugares fechados e nos abertos em que haja aglomeração. A carga de vírus da Covid na capital teve aumento vertiginoso em maio. Mas os números continuam em queda: apenas 47 mortes entre domingo e segunda e 13.577 infecções em 24 horas, Curitiba com 3 óbitos e 1.713 casos. A Pfizer teve excelente resposta com a vacina em menores de cinco anos.

Sem saída? 

A demissão do presidente da Petrobras e a nomeação de outro dá ideia de inexistir saída para o problema que provocou perdas significativas nas ações da estatal. Lula, que está longe do pepino, diz que falta coragem para Bolsonaro encarar de frente o problema dos preços. 

Varíola 

Anvisa sugere máscaras e isolamento ante a possível chegada da varíola de macaco, presente em mais de 150 países. Como se não bastasse, Brasil investiga 64 casos suspeitos da hepatite misteriosa que ataca crianças e adolescentes. Há dramas outros como o da superlotação das UTIs em Recife, onde morreram dois bebês que estavam fila, hoje com 88 crianças. 

Correria 

Além da correria dos cracódromos, que lembra mórbida batalha entre gato e rato, São Paulo enfrenta outra questão: as famílias miseráveis aumentaram em 30% em todo o estado só neste ano.

PSDB enrola 

Apesar da desistência formal de João Doria, o PSDB está adiando o encontro para acertar com MDB e Cidadania a terceira via com Simone Tebet. Se demorar sair encrua.  

Rural 

A dengue e suas conexões são por acaso uma endemia de traço rural? No caso de Curitiba não, pois aqui também 65% dos focos de Aedes Aegypte são residenciais.

Médica sem linha 

O Conselho Regional de Medicina vai investigar a médica que usou as redes sociais para xingar a cliente de filha da mãe por ter ido a uma hora da manhã para o posto de saúde para tratar de infecção urinária. 

Inflação 

Em maio houve um recuo da inflação para 0,59%, maior referência para o mês desde 2016. A inflação anualizada continua a 12,2%. Parada dura. 

LEIA TAMBÉM:

Maior do Brasil
Palanques oscilantes

Greve 

Depois de dois meses de greve cerrada, o pessoal da área pericial do INSS voltou ao trabalho. 

Perda 

Já se sabe quanto o Paraná deixará de arrecadar com o projeto que limita ICMS sobre energia elétrica: 5 bilhões de reais. São Paulo perde 11,9 bi, Rio de Janeiro 8,2 bi, Minas Gerais 6,7 bi. O total é de R$  65,7 bi. E assim se desidrata e se liofiliza a malha federativa. 

Cortes 

Governo aprovou corte severo em imposto de importação de arroz e feijão, nosso prato chave. Renúncia fiscal de R$ 3,7 bi. 6.195 códigos de produtos são alcançados pelo corte, aproximadamente 87% do universo tarifário do país. 

Retranca 

Um setor da Câmara Municipal de Curitiba não se conformou com as centenas de milhões de reais concedidos como subsídio às empresas de transporte coletivo. Não há área melhor para botar o governo em pânico. Por sinal que outros municípios querem tratamento igual, o que tem que ser olhado na questão da escala específica de cada sistema. Por sinal que há cidades como Paranaguá com o sistema gratuito. 

Folclore 

Quando o PT estava no poder costumava montar um Fórum Social para contrapor-se ao de Davos. Pois agora quem lá se manifestou foi Celso Athayde, da CUFA, Central Única das Favelas, e que recebeu o prêmio de Empreendedor de Impacto e Inovação do Fórum Econômico. Essa deve irritar aqueles que faziam as cenas do social como um "alienado". 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.