Racismo global


Até no ritual de violência racista - e isso na data da "consciência negra"- o episódio do assassínio de um negro nas instalações de um supermercado em Porto Alegre lembra do caso Floyd, aquele que deflagrou passeatas nos EUA. Celebrações da consciência negra foram marcantes como expressão de alinhamento na mesma causa. Choques com travestidos de seguranças ou policiais civis e militares são comuns aqui numa escalada intolerável.

 

Ao Mourão, o vice, declarar que no Brasil há desigualdade, mas não racismo, lança o tema a debate, já que expressa o pensamento de parte da opinião pública. Também a delegada de polícia, que toca o inquérito, alega a inexistência, em termos processais, de racismo. 




O racismo estrutural - vide os ataques à primeira vereadora negra de Joinville - está de tal modo impregnado entre nós, por isso visto como normalidade e rotina e ignorado. 


Analogia 

Cogita-se em Macapá da não cobrança de energia, como aqui em Curitiba fez-se o adiamento da nova tarifa de água, que terá um peso imenso pelas agruras sofridas. 


Impasse

Já há mais de 13.500 candidatos no processo seletivo, contra o qual reage a APP Sindicato às normas do edital e pede a renovação dos atuais contratos temporários, além da oposição às concentrações em plena pandemia, ainda por cima em ascensão. O governo retomou o diálogo com a classe e há perspectiva de entendimento. Na questão sanitária o momento é de enorme preocupação: 2.678 novos casos e 36 óbitos. Em Curitiba houve 1.381 casos em 24 horas, no Brasil mais 606 mortes em 24 horas. Tudo está a indicar riscos com atos presenciais em função de alarmes, como houve subida de 40% de infecções em adolescentes e crianças. 


Desigual 

Indicadores sociais do IBGE mostram que de cada 10 vivendo em casas inadequadas sete são pretos ou pardos. Dados da pesquisa por análise domiciliar de 2019 revelam que no Brasil  45,2 milhões residiam em 14,2 milhões de domicílios com alguma inadequação. Destes, 31,3 milhões eram de cor preta ou parda (69,2%). Chance de uma criança negra morrer até um ano de vida é 22,5% maior do que a de uma criança branca. Saques como esses (68% das mulheres assassinadas em 2018 eram negras) fizeram parte das reflexões. 


Amostras reduzidas 

Principalmente o Ibope faz suas pesquisas com amostragens reduzidas, inferior a mil pessoas, o que não impede precisão. O Datafolha, em centros como São Paulo, ouve mais de mil, como a mais recente com 1.254. Covas 58%, Boulos 42% o que, segundo analistas, exige cautela dos líderes, como também em Recife onde Marília Arraes aparece com 55% e João Campos com 45%, a esquerda rachada ao meio. No Rio, Paes com 71% deixa Crivella distanciado. 




Folclore 

Paranaguá é rota para madeira ilegal exportada e forte também no porto nas operações de tráfico internacional de cocaína, como a Receita Federal tem comprovado.     

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo