|
  • Bitcoin 121.612
  • Dólar 5,2124
  • Euro 5,3296
Londrina

Luiz Geraldo Mazza

m de leitura Atualizado em 05/08/2022, 03:36

Poderes em choque

Bastou a Câmara aprovar anistia dos policiais envolvidos no massacre do Carandiru para que Barroso confirmasse sentença do Tribunal do Júri

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 05 de agosto de 2022

Luiz Geraldo Mazza
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Bastou a Câmara Federal aprovar a anistia dos policiais envolvidos no massacre do Carandiru para que o ministro do STF Luís Roberto Barroso confirmasse a sentença do Tribunal do Júri que os condenou. Os atritos se espalham de acordo com a toxidez do ambiente. Outro delito massivo, o da Boate Kiss, com mais de 400 mortos, no Rio Grande do Sul, foi anulado pelo Tribunal de Justiça e o Ministério Público recorreu.

Varíola 

Mais 15 casos de varíola dos macacos em Curitiba e o primeiro deles no interior, em Maringá. São Paulo agrega o maior número de contaminados e não há coordenação no combate à patologia, sequer a existência de um protocolo mínimo. Além da transmissão sexual, ela se dá no contágio de aglomerados. 

PT x PSB 

O PT mandou ultimato ao PSB  para que retire a candidatura de Molon ao Senado sem o que deixará de apoiar Freixo no Rio. Política se faz com respeito a um mínimo de autonomia e não pega bem nessas fricções a pretensão de hegemonia. 

Provocação 

Roberto Requião já mostrou como tentará sustentar o palanque pró-Lula no Paraná em agressões verbais abertas ao governador Ratinho Junior, que já se negou a participar do debate, rara das chances do ex-governador pontuar. Vai atacar uma cadeira vazia, algo que já perdeu a graça. Precisa, porém, encarar Paulo Martins, Sergio Moro e o velho Pessutão, seu vice de preferência, hoje distanciado. Moro declarou que jamais precisou do apoio de Ratinho. Haja orgulho em dose máxima. 

Front 

Entre terça e quarta tivemos na Covid 273 óbitos e 37.038 casos, Curitiba com 2 mortos e 391 casos. Um alerta da Fiocruz sobre Srags em crianças que inspira cuidados.   

Calendário

No futebol voltaram a falar na Copa Sul-Minas, mas não vai ser fácil acomodar as coisas no calendário pouco virtuoso. 

Marmita 

No passado o Hugo Borghi insinuou que os udenistas (brigadeiro Eduardo Gomes à frente) teriam chamado os trabalhistas de Getúlio Vargas de "marmiteiros". Pois segundo levantamento recente a marmita é símbolo indispensável para 65% dos trabalhadores. Lembro que transformaram a marmita em símbolo identificador como um belo distintivo. 

Foguetório 

Balísticos na Ucrânia são para valer. Já os da China para aquietar Taiwan chegam perto, mas não muito e caem no mar do Japão. 

Cassação 

Retomado ontem o processo de cassação do vereador Renato Freitas, do PT, aquele que invadiu a igreja preferencial dos negros. Conotação racial, mas não ofensiva, como tentou com seu gesto ambivalente. 

Engordamento 

Tentaram brecar as obras de alargamento da praia de Matinhos, mas a justiça deu o "pode" e os serviços continuaram. Requião insiste que o custo da obra de Balneário Camboriú, muito mais abrangente, é menor do que o nosso. 

Juros 

Banco Central elevou os juros para 13,75% e pelo jeito não descarta ainda no exercício outra alta que pode sair em setembro. Especialistas dizem que a série de alta para por aí, pois a inflação, que acumula 11,9% em 12 meses, dá sinais de que arrefece. 

Mistério 

E agora mais essa: registro de acesso a câmeras em Foz do Iguaçu (caso do assassinato do tesoureiro do PT) foi apagado. 

5G afinal 

Tanto a Vivo como a Tim e a Claro instalaram o triplo das antenas 5G exigidas em São Paulo. A novidade chegou ontem. 

A opinião do colunista não reflete, necessariamente, a da FOLHA

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1