|
  • Bitcoin 122.761
  • Dólar 5,1481
  • Euro 5,2954
Londrina

Luiz Geraldo Mazza

m de leitura Atualizado em 01/07/2022, 19:59

Pesquisas oscilantes

Com o tempo as oscilações, conforme os institutos, poderão ser bem maiores e de tal monta que o TSE poderá intervir

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 01 de julho de 2022

Luiz Geraldo Mazza
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Foi anunciada uma pesquisa em São Paulo em que 64% rejeitariam um candidato indicado por Bolsonaro e 51% por Lula. Se esse fosse o quadro nacional a terceira via emplacaria. Mas um Datafolha recente dava 43% para Lula e 30 para Bolsonaro naquela região. Com o tempo as oscilações, conforme os institutos, poderão ser bem maiores e de tal monta que o TSE poderá intervir. 

ICMS 

Anunciada a redução do ICMS de 29% para 18% e pelo jeito isso não afetará investimentos, tanto que o governo lançou o edital de construção da ponte sobre a baía de Guaratuba ao mesmo tempo em que acelera o engordamento da praia de Matinhos. Uma deficiência: há falta de remédios nos postos de saúde.  

Front 

A Covid no Paraná termina junho em alta. Entre quarta e quinta houve em escala nacional 272 mortos e 75.106 infecções em 24 horas, no Paraná 26 óbitos, 3.725 casos, Curitiba 4 mortes e 1.202 casos. Impressionou o número de hanseníase no estado: 410 em 2021 e 87 neste ano. 

Assédio 

Na prefeitura da capital houve 26 notificações de assédio sexual entre servidores entre 2017 e 2021. Só falta aquela musiquinha "vem pra Caixa você também."

Pesquisa 

Entra logo em andamento pesquisa sobre a qualidade dos serviços da Sanepar e seria interessante que se apreciasse o caso frequente das interrupções do abastecimento e como contorná-las. O pagamento de débitos pode ser parcelado em até 60 vezes. Em majestade como empresa pública ela só perde da Copel, mas não deixa de ser também "joia da coroa". 

Olho no aterro  

Prefeitura de Fazenda Rio Grande, na grande Curitiba, notificou a administração do aterro sanitário pelo odor insuportável que provoca. O acidente recente mostrou também que a obra precisa ser avaliada pelos setores técnicos do governo e inspeção do Crea. 

Museu 

Curitiba é bem servida de museus - e encabeça a lista o do olho de Oscar Niemeyer - e agora tem o Planeta Água, que poderá ser visitado publicamente em novembro. Mais uma atração adequadíssima para o turismo de fim de ano. Sobre água, um estudo científico comprova elo entre câncer e água aqui no Paraná e que 542 casos locais têm ligação com a contaminação das bacias por agrotóxicos, um dos nossos grandes problemas. Um relato sobre o tema na ONU acentua o óbvio, que a política de pesticidas cede às pressões do agronegócio. Vejam as ponderações do relator Marcos Orellana: "para café e cana-de-açúcar o Brasil permite níveis dez vezes superiores aos da União Europeia; na soja são 50 vezes; para maçãs e brócolis 200 vezes e alface 600 vezes". As bruxas de Macbeth se divertem com a peste. Por sinal que o governo paranaense que mais enfrentou o problema foi o de José Richa com a demanda colocada entre princípios ideológicos do sistema, Claus Germer no comando. 

Fumo & sono 

A Associação Americana de Cardiologia apurou que dormir mal é tão prejudicial à saúde quanto o hábito de fumar. A norma tende, por sua precisão, a ser replicada no Brasil. Eis aí um caso em que o "acorda, Pedrinho" pode ser lembrado.     

Subsídio 

Já me referi aqui que há países que chegam a responder pelos subsídios de transportes coletivos em 60% do seu valor. Em São Paulo o prefeito Ricardo Nunes afirma que o subsídio na conjuntura atual pode passar de R$ 4 bilhões. E assim também no estado com o trem e o metrô. 

Folclore 

A arte de driblar a lei e seus fundamentos está em plena operação com a burla ao teto de gastos e às proibições eleitorais com a Proposta de Emenda Constitucional liberando R$ 41 bilhões às vésperas do pleito. Não se pode dizer que um país dado a essas práticas seja vítima do excesso judicial e sim do Executivo acoplado ao legislativo. 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.