Menor IDH em 30 anos


Maior causa da mortalidade no Brasil, a Covid-19 bate recordes: 1.179 mortes em 24 horas (no Paraná 2.480 casos e 130 mortes) e em seus efeitos de longo prazo está o de que teremos menor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) em 30 anos, uma freada brusca em nossa marcha como sociedade em permanente avanço. Ainda que se considere tal fator negativo de traço passageiro, face à nossa inegável capacidade de recuperação, suas consequências serão devastadoras, como de resto se dará globalmente. Uns acham que é hora de refletir e outros já decidiram que o melhor é rezar, face à perspectiva do juízo final. 


Regina cai 

Regina Duarte, desde o início, era cotada para cair. Tentou de tudo para conter a ala ideológica do bolsonarismo, mas a fritura se deu e agora lhe prometem a cinemateca de São Paulo. Não houve impacto na informação, já que a questão do vazamento da PF comanda os acontecimentos e amplia a expectativa do juízo do ministro Celso de Mello, do STF, sobre o tal vídeo da reunião ministerial, ora enriquecido com informes em favor dos Bolsonaro. Em meio ao tumulto se capta que o governo, além da cloroquina, aposta num esforço de recuperação tocado por privatizações que levam ministros a defendê-las como salvacionismo no centrão. 




Na província 

Mais um front na novela dos transportes coletivos de Curitiba na resistência que a oposição tenta montar contra o repasse milionário às empresas, o que certamente levará ao enredo eleitoral o mesmo choque de sempre de uma eleição que não se sabe quando ocorrerá e que Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal, vê no seu adiamento a única unanimidade nacional. De outro lado captamos que continuam precárias as nossas condições de prevenir endemias como se dá com a dengue, ora em declínio, no registro de 180 mil casos. Se levamos goleada na endemia, imaginem o que se dará com a pandemia. 


Contrastes 

É a hora da inventividade: a Nissan vende o possante para ser pago em um ano, o deslanche das vendas pela internet e até no lixo há efeitos com as cooperativas de recicláveis nos maiores centros urbanos se batendo com a retração dos compradores. O embrião recessivo está aí: demissões, suspensões de contratos e cortes de jornada e remuneração atingem 53,5% das famílias (levantamento do Ibre FGV) e quase 13% dos domicílios já tiveram ao menos um dos seus membros demitido. 


Cloroquina 

Cada um tem a sua cloroquina: Bolsonaro insiste com a sua sem qualquer respaldo científico como se tivesse força de vacina, e João Doria, governador de São Paulo, juntamente com o prefeito Bruno Covas, apostando tudo na antecipação dos feriados como bala de prata. 


Folclore 

Brasileiros, inclusive da comitiva presidencial, pegaram a Covid-19, numa viagem aos Esteites, e agora Donald Trump cogita, para evitar infecções, de vetar voos vindos do Brasil. No passado tivemos a política da boa vizinhança em cima da Segunda Guerra, agora se consolida a da máxima desconfiança em que pese o servilismo brasileiro.



 


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo