Democracia e pressões


Democracia e pressões 

Como regime de opinião pública, a democracia corre riscos com as fake news, como se viu nas eleições americanas e na nossa. Claro que as evidências de abuso massivo despertaram a necessidade de regulação. Subestima-se no Brasil a forma como o presidente Bolsonaro se  comunica, via Twitter, com seus seguidores. Apurou-se que a sua audiência subiu de 2,8 milhões para 5,6 milhões e que a rota dos seus filhos também é ascensional: Carlos tem 1,5 milhão de seguidores e o deputado Eduardo e o senador Flávio teriam crescido em 81% e 77%, respectivamente  (1,8 milhão e 1,5 milhão). Como essas mediações têm fundo estritamente ideológico explica-se aí a convicção de que o que deu certo na eleição dará também na autossustentação do esquema. 


Claro que isso tudo pode servir a outras forças com linha oposta desde que saibam cultivar as claques e também esse desempenho se sujeita a fenômenos como a entropia, a fadiga do material, o estresse. Dá para imaginar um Goebbels com um aparato desse porte, posto que no caso  Bolsonaro, apesar dessa vigília de apoios, não se sai bem nas pesquisas como o Ibope e o Datafolha têm demonstrado ou essas sondagens estariam longe de captar todos os detalhes do posicionamento geral. 




A época é francamente negativa para a própria sustentação democrática que de repente será olhada como abertamente subversiva, como já se deu em outras ocasiões.  


Censura cai 

Num dia a censura se firma e no outro ela cai: o voto monocrático do presidente do STF, Dias Toffoli, derrubou a liminar do TJ do Rio que havia embargado o especial de Natal Porta dos Fundos. O pleito da Netflix, pelo menos temporariamente também, afasta o risco da opressão.


A Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura, autora da ação originária, inconformada, vai recorrer. O quadro brasileiro está muito repetitivo e lembra os tempos da Guerra Fria dos anos 50 e 60. Difícil previsões que apontem para um consenso. 


Força do ciclo 

O ciclo punitivo foi abalado pelas revelações do Intercept, mas não ao ponto de detê-lo, tanto que aí estão as denúncias da operação Greenfield contra manipuladores dos fundos de pensão em 5,5 bilhões de prejuízos nos da Caixa Econômica, do Banco do Brasil, da Vale e da Petrobras na linha de gestão temerária. De outro lado, além das sanções aqui mesmo no Paraná nas pedagiadas, um desdobramento da Lava Jato, Operação Fora do Caixa efetuou prisões no Pará, Palmas (TO) e Brasília. "É preciso manter isso aí ", como disse um ex-presidente numa indiscreta gravação. Procuradores da República pedem reparação de R$ 18 bilhões.  


Crédito flui 

Voltamos ao nível pré crise no crédito a corporações: R$ 314,1 bilhões em 12 meses até setembro do ano passado, valor que praticamente empata com os R$ 314,2 bilhões de 2013. As cifras mostram que o mercado de capitais substitui com vantagem a queda do crédito subsidiado do BNDES. Em 2013, R$ 190 bi vieram do banco oficial e agora a participação se limitou a R$ 63,8 bi. 


Feriados 

Não é de hoje a reação aos feriados por parte de entidades conservadoras (Fiep e Fecomércio), que calculam prejuízo de R$ 5,8 bi com celebrações nacionais nesse ano. O pior é o hábito das emendas e a circunstância de haverem ainda feriados municipais e estaduais. Em estudo de dois anos passados a Associação Comercial apontou perdas de até R$ 160 milhões no varejo em cada feriado prolongado. Há a compensação no setor de turismo e hospitalidade como vimos na promoção do Natal curitibano, um dos poucos destaques nossos no calendário nacional de turismo.  


Famílias endividadas

Era de 65,1% o percentual de famílias endividadas em novembro de 2018 no país e que subiu para 65,6% no mesmo mês do ano passado, maior nível desde janeiro de 2010, quando se iniciou a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor da Confederação Nacional do Comércio. Mutirões têm sido feitos com objetivo da reabilitação.  


Chuvas e ventos 



Curitiba e área metropolitana foram duramente atingidas pela chuva e vendavais com vários pontos de alagamento. A cada ocorrência dessas se comprova a fragilidade do sistema de drenagem e num momento em que há tanta obra de pavimentação aumentando o nível de impermeabilidade do solo. 


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo