Contemporâneos


Pouco antes de nos deixar, Fábio Campana falou sobre o peso do vazo da contemporaneidade, dos que conosco tiveram convivência mormente nos relacionamentos profissionais. E lembrava o quanto essa ausência influía em nossas vidas, pela saudade e os sentimentos despertados. Quem nos deixa agora é o jornalista Cícero do Amaral Catani, uma carga histórica de primeira grandeza, companheiro da "Ultima Hora" e do "Correio de Notícias". Lembro de sua atuação, ainda muito jovem, no comando da sucursal da UH em Paranaguá, centro importante pela vida portuária e arregimentação sindical. Sob sua gestão aquela área surpreendia pela tiragem e circulação do jornal. E esse desempenho era tão forte que levou sempre o Cícero a posições de destaque na hierarquia que culminaram com sua presença no comando da capital. Quando invocamos alguém como ele emerge na lembrança toda a guerreira brigada da época, boa parte dos quais esteve unida na adversidade de processos da Justiça Militar, mas também nos momentos de alegria, como o do jantar oferecido por Valmor Weiss, recordista na prisão, que evidenciava a variedade de tons ideológicos e ao mesmo tempo a unidade de amor à profissão e ao coleguismo.  


Anomalia 

Apesar do aumento expressivo da receita, gastos estaduais com educação caíram expressivamente, fato alertado por estudo da Rede de Pesquisa Solidária. O período de suspensão de aulas presenciais serviu para economizar dinheiro em caixa em lugar de utilizá-lo ao fim de preparar escolas na volta à normalidade. Despesas na área sofreram queda de 6,4% no primeiro semestre de 2010, se confrontado com período anterior, e voltaram a cair no primeiro semestre deste ano em 1%. Desde 2019 houve redução de 7,4%, descontada a inflação. No período, receitas cresceram 10% em termos reais e a do ICMS aumentou 19%. Gastos com educação em Goiás e Alagoas estiveram abaixo de 40% e no Paraná a queda foi de 11,7%, listada em oitavo no ranking nacional. No Brasil, como destacou esta FOLHA, o déficit educacional será o maior desafio no pós-pandemia. Especialistas estimam que impactos provocados pelo coronavírus no aprendizado levarão de dois a três anos para resolução. A prioridade maior será o acolhimento socioemocional de alunos e professores.    


Leia também:



Máscaras 

Um dos primeiros sinais de afrouxamento nas cautelas sanitárias é o abandono da máscara, como se viu nos estádios de futebol. Há um exemplo forte da Inglaterra: escolas deixaram de lado a exigência preventiva e os casos de Covid dispararam. Em duas semanas número de estudantes afastados por causa da doença cresceu nada menos de 78%. No meio de tudo isso o ministro Queiroga voltou a criticar o uso obrigatório da proteção. 


Expo Dubai 

O Paraná faz aposta nos efeitos de sua presença na Expo Dubai. Segundo Ratinho Junior, que assinou decretos de adesão do Paraná a campanhas da ONU pelo desenvolvimento sustentável e proteção ao aquecimento global, há seguras expectativas de alto retorno da presença nossa no evento. Integram a comitiva paranaense os prefeitos de Londrina, Ponta Grossa, Cascavel, Toledo, Foz do Iguaçu, Guarapuava, Maringá e Pato Branco. 


Folclore 

A CPI da Covid enquadrará o presidente, mas também o filho Carlos, vereador carioca, como articulador da rede de distribuição de fake news e desinformação. Uma das pretensões, a de levar Bolsonaro à corte de Haia, é vista com ceticismo e centrada em dramatização por especialistas. 



A opinião do colunista não reflete necessariamente a da FOLHA

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo