A bola e o STF


Era só o que faltava: o STF ocupar-se das coisas do futebol e no terreno minado da Copa América. É verdade que sai fora das linhas do gramado para examinar até que ponto o evento sul-americano interfere na questão sanitária. Aguardava-se com alguma ansiedade o manifesto dos craques sobre a questão que foi mal assimilada por sanitaristas e também pelos boleiros. 


O protagonismo da corte superior a expõe de forma exagerada num momento de toxicidade como estamos vivendo. A decisão é tomada em cima do laço, dado o fato de que a competição começa no fim de semana, daí a urgência dessa manifestação. 


Os jogadores têm todo o direito da manifestação liderada por Marquinhos, Casemiro e Neymar, aristocratas da área por atuarem em clubes europeus, o que não os impede de repente de encarnarem politicamente o papel de um Spartaco como expressão dos oprimidos. 


Há duas demandas sobre o tema: uma do PSB e outra da Confederação Nacional dos Metalúrgicos e por certo o protagonismo dos ministros será maior do que o embalo da CPI da Covid, cuja agressividade não é contida.  


Bandeira laranja 

Uma colher de chá para as compras do dia dos namorados na transferência da bandeira vermelha para a laranja em Curitiba, o que permitirá a recuperação das vendas, segundo os otimistas. Apesar da choradeira, do fechamento de bares e churrascarias, as vendas no varejo no Paraná acumularam alta de 6,22% de janeiro a março em simetria com o havido em nível nacional. O crescimento se deu em todo estado e com destaque especial para Londrina, com 14%, e foi o melhor primeiro trimestre desde 2013. Sobressaíram os segmento de materiais de construção, móveis, utilidades domésticas e concessionárias de veículos. E isso tudo em meio a restrições ditadas pela pandemia, lockdowns e ainda por cima a inflação, que em maio atingiu patamar elevadíssimo no acumulado de 12 meses de 8,06%. E a previsão é que seguirá em ascensão até novembro.


Recorde 

O Hospital Pequeno Príncipe, o maior da especialidade no Brasil, teve também recorde de internações em função da pandemia, com UTIs sobrecarregadas. Na segunda (7) houve 23 internações de crianças e adolescentes com Covid-19, 7 deles na UTI. O surto é dominante na ocupação de hospitais e enfermarias e entre março e abril, no maior hospital pediátrico, houve 84 internações entre março e dezembro do ano passado. Observou-se, para compensar, que o Paraná tem a segunda menor taxa de transmissão do coronavírus em escala nacional. O país registrou 2.693 mortes e 52.911 casos em 24 horas, totalizando 480 mil mortes em 17,040 milhões de casos. 

Folclore 

Índio quer muito mais do que apito e radinho de pilha, como ostentava o cacique deputado Juruna. Um grupo de 12 xavantes venceu batalha jurídica contra a Globo e receberá R$ 1,2 milhão por uso indevido da imagem e interpretação artística deles pela Venus platinada. A disputa se arrastou nos tribunais por quase duas décadas.   

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo