INFORME FOLHA -

Vereador pede informações sobre retirada da ivermectina das UBS


Proibido de ser distribuído pelas UBSs (Unidade Básicas de Saúde) de Londrina desde o dia 16 de abril, o medicamento ivermectina 6mg, que integra o chamado “kit covid”, foi alvo de um pedido de informações endereçado ao Poder Executivo. O vereador Claudinei Pereira dos Santos, o Santão (PSC), quer saber quais e quantos lotes do medicamento, tradicionalmente usado para tratar piolho e sarna em bovinos, foram retirados das UBSs. Além disso, também questiona quantos lotes haviam sido fabricados pelo laboratório localizado no Distrito Agro Industrial de Anápolis (GO), alvo de um processo da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), e pergunta se moradores apresentaram efeitos colaterais em razão do uso do remédio. 


Defensor do tratamento precoce

No início de abril, a Anvisa recomendou a retirada do medicamento por tempo indeterminado após ter recebido denúncias de que a ivermectina estaria sendo produzida em uma área não autorizada do laboratório goiano. Em seguida, o órgão proibiu o mesmo laboratório de produzir a ivermectina, entre outros medicamentos. Defensor do tratamento precoce contra a Covid-19, o vereador Santão discordou da retirada de circulação de 100% dos lotes, determinada pela Secretaria Municipal de Saúde de Londrina. Se for aprovado o pedido de informações, o Poder Executivo tem dias 15 dias para enviar as respostas.  


"Bolsa Rolândia"  

Beneficiários do programa “Bolsa Rolândia” estão procurando a Câmara Municipal para cobrar soluções sobre supostos problemas relacionados ao uso do cartão pré-pago. Instituído em março deste ano, o programa de transferência de renda em Rolândia (Região Metropolitana de Londrina) teve início com cerca de 1,6 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social, com depósitos mensais que totalizam R$ 300 até maio e que podem ser utilizados em estabelecimentos previamente cadastrados pelo município. No entanto, alguns locais cadastrados não estariam aceitando o pagamento por meio do cartão. Estes supostos problemas foram alvo de um pedido de informações feito pelo presidente da Casa, o vereador Reginaldo Silva (PSD).


Satisfeito com o serviço

Questionado sobre o pedido de informações, o secretário municipal de Assistência Social de Rolândia, Diego Silva, disse que o município está satisfeito com o serviço prestado pela empresa BK Bank e apenas um comerciante solicitou o contato para tentar renegociar as taxas cobradas pela utilização do cartão. A BK Bank também venceu a licitação para a prestação do mesmo serviço em Londrina. Nesta semana, a Câmara Municipal de Rolândia retomou as sessões presenciais, suspensas em razão da pandemia da Covid-19. No entanto, o atendimento ao público segue suspenso nas dependências do Legislativo para evitar a contaminação da doença.   


Melhora de Covas 

Internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde a noite do último domingo (2), o prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), recebeu alta da unidade na manhã desta terça-feira (4) e aguarda a liberação para continuar o tratamento contra o câncer em casa. Covas se afastou do cargo e foi internado no Hospital Sírio-Libanês após ter sofrido um sangramento, entre o esôfago e o estômago. De acordo com a equipe médica, ele está bem, porém ainda é cedo para estimar a data da alta hospitalar. Considerado pelos médicos que o acompanham como “eventual”, o sangramento foi causado por uma úlcera no tumor original, diagnosticado na cárdia, parte do estômago que recebe a abertura abdominal do esôfago.  

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo