Podemos define filiação de Moro para novembro Podemos define filiação de Moro para novembro


“O PT tem todos os defeitos que a gente quer que ele tenha”

Ex-presidente e ex-presidiário Lula em sincericídio sobre o partido que ele fundou


Podemos define filiação de Moro para novembro

O Podemos planeja para novembro a filiação do ex-ministro da Justiça Sergio Moro e o lançamento oficial de sua candidatura a presidente da República. A ideia do partido é “prender o rabo” de Moro, considerado um dos heróis da Lava Jato, antes que outro partido o alicie. O ex-juiz reside no exterior, mas, como seu nome aparece bem em pesquisas sobre presidenciáveis, ele resolveu pensar seriamente no assunto.


Questão de ajuste

Por enquanto, somente há consenso em relação ao mês de novembro, mas há divergências quanto à definição do dia da festa de filiação.


Afinidade política

A opção de Moro pelo Podemos atenderá a convite do conterrâneo e senador Alvaro Dias (PR). Há entre eles admiração recíproca.


Estrutura pequena

O Podemos tem hoje dez deputados federais, nove senadores e 99 prefeitos. Vai precisar formar alianças para aumentar o tempo de TV.


Políticos indóceis

A grande dificuldade do Podemos é que Moro é mal visto pelos políticos, que em geral o detestam pelas noites "indormidas" durante a Lava Jato.


Preocupação

Amigos e correligionários estão preocupados com o estado de saúde do deputado Baleia Rossi (SP), chefão do MDB e possível candidato a vice de Rodrigo Garcia (PSDB) ao governo de São Paulo.


UB no dia 6

O partido que surgirá da fusão PSL/DEM terá denominação de União Brasil para dar uma cotovelada no Aliança Brasil, partido pretendido pelo presidente Jair Bolsonaro. O União será formalizado, em festa, no dia 6.


Mentira na ONU

Um bando de ativistas quer levar a uma repartição da ONU “documento” acusando o Brasil de “política de extermínio”, na pandemia. Para esses porraloucas, à qual a chilena Michelle Bachelet ofereceu palco, não fosse Bolsonaro o presidente, ninguém teria morrido de covid no Brasil. 


Crepto?

Viraliza no whatsapp mensagem com áudio do relator da CPI indagando o comerciante Luciano Hang se ele investiu em “creptomoeda” e “bitcóio”. Hang responde que nem sabe o que é isso. Nem ninguém.


O povo percebe

Segundo pesquisa Ipespe, a percepção sobre as notícias recentes está no segundo pior nível desde o início de 2019: para 61%, o noticiário na TV, jornais, rádios e internet são “mais desfavoráveis” para o governo.


Passaporte seletivo

Ao restabelecer o "passaporte vacinal" no Rio, o presidente do STF, ministro Luiz Fux, não esclareceu se o documento é exigível também em ônibus e metrôs lotados. Vai ver, o vírus detesta ambientes com povão.


Vista é alívio?

O processo de cassação contra o deputado Luis Miranda (DEM-DF) no Conselho de Ética parou, sem data para ser retomado, após pedido de vistas dos deputados Ivan Valente (Psol-SP) e Márcio Marinho (Rep-BA).


Mordaça virtual

A deputada Janaina Paschoal teve conteúdo removido do YouTube por ser considerado contrária ao consenso de especialistas. “Qual o mal em pedir transparência quanto aos possíveis efeitos adversos das vacinas?”


Pensando bem...

...pelas declarações em vídeo a militantes, nem Lula quer o PT de volta no poder.


PODER SEM PUDOR

Saída pela direita

 

Podemos define filiação de Moro para novembro

Podemos define filiação de Moro para novembro
Enio
 

O deputado Paes de Andrade (CE) integrava uma missão parlamentar que visitava a antiga Tchecoeslováquia quando recebeu a notícia de que o regime militar cassara o mandato do valente deputado Chico Pinto (BA), seu colega de MDB. Mais tarde, na recepção oferecida pelos anfitriões, Paes de Andrade fez – em francês – um vigoroso discurso contra aquela violência da ditadura. Ao final, ele perguntou ao deputado Célio Borja (Arena), sentado ao lado, o que achou do discurso. O governista Borja saiu pela tangente: “Achei o seu francês péssimo...”

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo