Em sessão, desembargador faz piadinha sexual


“Um novo imposto não resolve”

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, defendendo sem explicar “mudança do sistema”


Em sessão, desembargador faz piadinha sexual 

Após testar positivo por Covid-19 em março, o desembargador Carlos Tork responde agora a investigação por aparecer sem camisa durante sessão virtual do Tribunal de Justiça do Amapá, e na sequência, soltar palavrão por causa da carga de trabalho, queixando-se de que não lhe sobra tempo “nem para uma trepadinha”. O caso foi arquivado pelos colegas do TJAP, mas não escapou da corregedoria nacional do CNJ. 


Pornografia não dá

O ministro Humberto Martins, corregedor nacional, abriu procedimento contra o desembargador do Amapá adepto da pornografia.


Ato inadmissível

Também virou alvo o desembargador José Manzi, que fez piadinha pornô contra uma colega no Tribunal Regional do Trabalho catarinense. 


Quase pandemônio

O corregedor do CNJ tem tido trabalho redobrado, durante a pandemia, em razão de ofensas ao decoro, à ética e à lei, como no caso Santos.


Escreveu, não leu...

Foi Humberto Martins que adotou as primeiras providências contra o desembargador Eduardo Siqueira, do TJSP, que humilhou um guarda. 


Brasil velho mostra os dentes por meio da Anvisa

O plano da Anvisa de exigir certificados digitais de médicos e farmácias para a validação de receitas médicas cria um cartório digital no País, segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma). A invenção ameaça deixar doentes sem o medicamento, caso a farmácia não tenha internet para conferir a certificação. “É o Brasil velho, das autarquias e do cartorialismo, tentando mostrar seus dentes em plena era da liberdade econômica”, afirma Sergio Mena Barreto, da Abrafarma, que representa 26 grandes redes de farmácias.




Desvirtuado

Para Mena Barreto, a Anvisa desvirtua a ideia original da MP 983, que introduziu a assinatura digital, da qual existem diversos tipos.


A cara do monstro

A resolução quase criminosa da Anvisa está pronta para ser aprovada e terá força de lei para todos os brasileiros.


O nome do cartório

A “validação” de receitas pretende dar utilidade a uma autarquia que deveria ser extinta: o Instituto de Tecnologia da Informação (ITI).


Isto, sim, é fake

Pesquisa do Senado alega que 56% dos 210 milhões de brasileiros “acompanham trabalhos” da Casa. A pesquisa ainda tem a ousadia de dizer que 45% avaliam esse trabalho como “ótimo ou bom”. Hahahaha!


Olha o que fizeram

Neste sábado, perderia validade a 4ª medida provisória que libera verbas contra pandemia. A MP 943, de abril, liberou R$ 34 bilhões para pequenas empresas, que os deputados excluíram do texto final.


Deputado define ‘verdade’

A Câmara realiza reuniões para discutir o projeto que supostamente combate fake news e flerta com limites à liberdade de expressão. Só não vai debater o que significa “fake news” ou “desinformação”.


E para Saúde, nada

Em meio à crise da pandemia do novo coronavírus, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, não defende priorizar o combate à Covid e diz que a Casa deve “focar equilíbrio fiscal e defesa do meio ambiente”.


Sem trabalho, com salário

A Câmara tem previstas na agenda só cinco reuniões nas primeiras duas semanas de agosto. Cada um dos deputados custa cerca de R$ 200 mil por mês ao pagador de impostos, entre salários e “auxílios.”


O PV vive

O Partido Verde saiu da escuridão esta semana, após proposta de dois deputados para aumentar o teto da multa para tráfico internacional de animais de R$ 50 milhões para R$ 500 milhões. Pega carona no caso do imbecil brasiliense, picado por serpente naja, agora acusado de tráfico.


Síndrome de Estocolmo

A frente parlamentar “em defesa da Petrobras”, presidida pelo petista Jean Paulo Prates (RN), tenta impedir a venda de refinarias da estatal saqueada no governo do PT. Em vez de votar lei, tenta tapetão no STF.


Crise foi oportunidade

A ClickBus, plataforma que vende passagens de ônibus online, registra crescimento de 40% na digitalização do setor. A empresa havia previsto, ainda em 2019, crescimento de até 23% até o final de 2020.


Pensando bem...

...alguém precisa avisar o ministro Alexandre de Moraes que “Supremo Tribunal Mundial” ainda não existe.


PODER SEM PUDOR

A ginástica de Lacerda

Em sessão, desembargador faz piadinha sexual
 


De vez em quando o deputado Carlos Lacerda encontrava adversários que não o temiam. Como quando atacou um deputado baiano, Manoel Novaes, acusando-o de se “aproveitar dos serviços públicos para ganhar votos”. Novaes estava ausente do plenário da Câmara, mas no dia seguinte fez um duro discurso, exigindo pedido de desculpas de Lacerda. E ameaçou: “No sertão, de onde venho, honra se lava com sangue!” Dias depois, Lacerda fez um discurso de puro contorcionismo político, conseguindo convencer o ofendido que retirava as agressões, e ao mesmo tempo deixando os orgulhosos seguidores da certeza de que as reafirmara.

___



Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo