Brasil terá 100 milhões de vacinados ainda em julho


“Tudo fizeram”

Bolsonaro acusando a cúpula da CPI e irmão de Renan por vacinas “a qualquer preço”


Brasil terá 100 milhões de vacinados ainda em julho

Nos próximos dias, serão mais de 100 milhões os brasileiros que já receberam ao menos uma dose de vacina contra a Covid-19. É quase metade da população e mais de 63% dos brasileiros adultos, acima dos 18 anos de idade, alvo da campanha que pretende imunizar 158 milhões de pessoas. Ontem foi atingida a marca de 90 milhões de pessoas com a primeira dose, dos quais 34,2 milhões estão completamente imunizados.


País é nº 2 no mundo

Em todo o mundo, apenas a Índia aplica mais doses que o Brasil, na média móvel de 7 dias de doses aplicadas, segundo o Our World in Data.


Média diária elevada

Na última semana, foram administradas em média 1,4 milhão de doses por dia, no Brasil. A Índia passa de 4,2 milhões.


Distribuição acelerada

A expectativa é que até o final desta semana já tenham sido distribuídas mais de 160 milhões de doses, suficientes para vacinar todos os adultos.


124 milhões de doses

De acordo com a ferramenta vacinabrasil.org que acompanha a imunização nacional, já foram mais de 124 milhões de doses aplicadas.


Aneel participa de festa do lobby contra energia solar

Na Aneel, “agência reguladora” de energia que mais parece órgão de defesa dos interesses das bilionárias distribuidoras de energia, a turma nem disfarça mais. O diretor-geral da Aneel, André Pepitoni, divulgou em seu Instagram, todo pimpão, foto ao lado de um, digamos, representante das distribuidoras, recebendo “convite” para a festa em agosto do setor que tenta liquidar a energia solar no Brasil, com ajuda da própria Aneel. 


Eles merecem

A assessoria de Pepitoni nega que ele será homenageado na festa dos distribuidores. A Aneel bem que “merece”, dada sua dedicação à causa.


Lobby poderoso

O ex-senador Cassio Cunha Lima (PB) e o ex-presidente do TCU José Múcio estão entre os figurões contratados para defender distribuidoras.


Armação em curso

A aliança distribuidoras/Aneel tramam “taxar o Sol” e a cobrança abusiva pelo uso de postes e cabos, tudo para inviabilizar energia solar no País. 


Pista do mau humor

A Imazon, que ontem divulgou relatório sobre “destruição da Amazônia”, era uma das ONGs “de elite” com acesso fácil a dinheiro público. Só em 2018, a Imazon recebeu R$ 25,6 milhões. A fonte secou no atual governo.


Pé no poder

O ex-ministro Mandetta mantém um pé no Palácio do Planalto, apesar do pé no traseiro que tomou: Henrique Marques Pinto, que ele nomeou assessor, dá cartas como secretário adjunto da Secretaria de Governo.


Errando alvos

Bolsonaro faz a delícia de veículos de comunicação que o criticam, repercutindo suas publicações, e agora levanta a bola do vice-presidente da Câmara, como se não houvesse adversários mais relevantes.


O sem-inquérito

Perseguido por facção criminosa nas eleições de 2020, o deputado Capitão Wagner (Pros-CE) ainda aguarda abertura de inquérito sobre o fato, pela Secretaria de Segurança do Ceará. Sentado, senão vai cansar.


Ditadura decadente

Para ver a “excelência” dos hospitais e a vida dos cubanos sem comida e emprego é preciso ver no Netflix o documentário “Cuba e o cameraman”. A história de um cinegrafista simpático ao regime que volta ao país várias vezes, por 45 anos, seguindo alguns personagens. É de cortar coração.


E os checadores?

O presidente Bolsonaro deixou o hospital, em São Paulo, usando máscara, ao lado de seguranças. Parou para entrevistas, e aí retirou a máscara. Manchete: “Sem máscara, Bolsonaro fala após ter alta.”


Queda acentuada

A média móvel diária mundial de óbitos relacionados à Covid-19 (7,8 mil) está caindo desde o início de maio, quando mais de 14 mil pessoas perdiam a vida para o vírus, todos os dias. 


Corrupto de lá

Após a prisão do ex-presidente Jacob Zuma, protestos violentos foram registrados nas maiores cidades da África do Sul, provocando a morte, até agora, de quase 120 pessoas e a prisão de mais de 2 mil.


Pensando bem...

...indignados com os R$ 5,7 bilhões para financiar campanha eleitoral, eleitores agora só veem cifrão na menina dos olhos dos políticos.


PODER SEM PUDOR

O Fusca é o mesmo

 

Brasil terá 100 milhões de vacinados ainda em julho
Enio
 


Remexendo uns papéis, certa vez, o então senador Cristovam Buarque (PDT-DF) encontrou o recorte de uma coluna de Danuza Leão, de 1993, noticiando uma visita de Lula a Brasília, tendo sido recebido no aeroporto por ele, ex-reitor da UnB, que o depois o levou a compromissos em seu Fusquinha. O ex-ministro da Educação do governo petista, que ainda tem o carro, acha que o ex-operário mudou muito: “Lula já não aceita carona em fusquinhas...”

___

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

www.diariodopoder.com.br

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo