Futebol -

Só LEC e Toledo tiveram prejuízo na estreia do Paranaense


O Londrina teve prejuízo no seu jogo de estreia no Campeonato Paranaense. A partida contra o PSTC, no domingo (19), foi a primeira administrada e promovida pelo clube após o acordo com a SM Sports. Até como uma forma de auxiliar financeiramente o parceiro, o LEC "comprou" as suas seis partidas da primeira fase do Estadual por R$ 120 mil. Entre receitas e despesas, o saldo negativo foi de R$ 4.570,45. 


Balanço

O confronto com o PSTC teve 1.804 pagantes e uma renda de R$ 25.179,00. As despesas totais somaram R$ 29.749,45. Os custos são divididos em três grupos: alugueis e seguros, que incluem, por exemplo, o seguro dos torcedores presentes; taxas e impostos, onde entram despesas como as taxas do anti-doping e dos 5% repassados à Federação Paranaense de Futebol; e os custos operacionais, que envolvem toda a logística do jogo - segurança, bilheteiros, equipe de limpeza, funcionários e outros -, além de taxa de arbitragem e seguro para os árbitros.




Bares

Vale ressaltar que o Londrina tem também a receita que entra nos cofres do clube pela venda nos bares internos, ambulantes e estacionamento. Porém, estes valores não são divulgados pelo LEC e também não entram no borderô financeiro. Provavelmente estas receitas tenham sido suficientes para zerar o deficit da bilheteria. 


Doping

Uma das despesas descontadas nos borderôs de todos os jogos do Paranaense é a taxa de 1% sobre a renda bruta para custear despesas com o anti-doping. O detalhe é que a competição não terá exames anti-doping regulares e em todas as rodadas, sob o argumento da FPF de cortar custos do Estadual. No entanto, a taxa continua sendo cobrada normalmente. 


Bilheteria



Nos outros cinco jogos da primeira rodada, o único que teve prejuízo assim como o Londrina foi o Toledo. Com apenas 778 pagantes no estádio 14 de Dezembro, o saldo negativo foi de R$ 22.705,00 na derrota de 1 a 0 para o Cianorte. Os outros quatro mandantes tiveram lucro com a bilheteria: Coritiba (R$ 110.102,00), Rio Branco (R$ 77.791,00), União (R$ 47.489,00) e Operário (R$ 43.016,00). O maior público da rodada inicial foi no Couto Pereira com 9.772 pagantes para a vitória do Coxa por 2 a 1 sobre o FC Cascavel.  

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:


Continue lendo


Últimas notícias