NOVIDADE -

Zona Azul é instalada em novo trecho da rua Souza Naves

CMTU diz que estacionamento rotativo vai facilitar para população que utiliza clínicas e hospitais na região

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

O motorista que costuma passar pela rua Souza Naves, perto de clínicas e hospitais, na área central de Londrina, está encontrando uma novidade. Entrou em funcionamento, nesta quinta-feira (25), o estacionamento rotativo na via, no trecho entre a rua Fernandes Camacho e a avenida Bandeirantes, ao lado do hospital Mater Dei.  

 

Londrina tem cerca de 2.460 vagas rotativas atualmente
Londrina tem cerca de 2.460 vagas rotativas atualmente | Pedro Marconi - Grupo Folha
 

São 11 vagas que, de acordo com a CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização), atende uma demanda antiga dos usuários. “Vai melhorar a possibilidade das pessoas que vêm procurar essa região, principalmente as clínicas e hospitais. As pessoas terão oportunidade de encontrar a vaga para estacionar, já que vai ter rotatividade. Até então, muitas pessoas chegavam mais cedo, estacionavam e só tiravam o veículo depois das 18h”, destacou Sérgio Dalbem, diretor de Trânsito da companhia. 


Foi instalado um parquímetro no ponto, realocado de outra localidade, além da sinalização com placas, indicando a presença da Zona Azul. “Os funcionários que já atuam naquela região vão ser os responsáveis pelo trecho. Mesmo o período máximo sendo de quatro horas, entendemos que a região é muito grande e têm muitas pessoas que utilizam os serviços naquele entorno”, pontuou Wellington Marcatti, coordenador da Zona Azul. 


Uma lei municipal determina que fora do quadrilátero central, como é o caso da Souza Naves, perto do Mater Dei, a permanência máxima do motorista é de até quatro horas. O estacionamento rotativo vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, e aos sábados das 9h às 13h. Para utilizar, o condutor pode fazer a aquisição de créditos no totem eletrônico. A compra - inclusive nas modalidades débito e crédito - também pode ser feita diretamente com os monitores e supervisores que trabalham nas ruas. 


Outra possibilidade é por meio de um cartão de recarga que é comercializado pelos atendentes. Já com o aplicativo “Estacione Legal” o motorista pode obter créditos por meio de boleto bancário e pagamento on-line, com a possibilidade de recuperar o período pago e eventualmente não utilizado. “O aplicativo veio para ficar. Temos cerca de 40 mil usuários cadastrados e financeiramente tem crescido a cada mês, até pelas vantagens que oferece”, avaliou Marcati. 


AYRTON SENNA

Outro ponto que em breve poderá contar com a Zona Azul é a avenida Ayrton Senna, na região sul. Segundo o diretor de Trânsito da CMTU, técnicos da companhia estão realizando um estudo para avaliar a viabilidade de implementar o serviço na via e o impacto que isso pode ter no entorno. Sérgio Dalbem afirmou que não existe um prazo para a finalização e divulgação desse documento. 


“É uma região que cresceu muito em pouco tempo, com moradores e comércios tendo a falta de estacionamento. Quem chega mais cedo deixa o carro quase o dia inteiro. Na Ayrton Senna estamos na fase de planejamento e pesquisa. Quando vai pesquisar uma via que pretende instalar, tem que ver as vias adjacentes, uma vez que a concentração em determinando ponto, se coloca o rotativo, ela pode simplesmente sair dali e ir para outros locais próximos”, explicou. 


Londrina tem atualmente cerca de 2.460 vagas rotativas, distribuídas no quadrilátero central, região do Centro Cívico e na avenida Bandeirantes. A tarifa é de R$ 1,70 a hora estacionada. 


Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo