PANDEMIA -

Uso de espaços de lazer e áreas públicas será fiscalizado

Condomínios, moradores e proprietários de imóveis serão responsabilizados em caso de descumprimento das regras de segurança; áreas públicas serão monitoradas pela GM

Micaela Orikasa - Grupo Folha
Micaela Orikasa - Grupo Folha

Uso de espaços de lazer e áreas públicas será fiscalizado
Micaela Orikasa - Grupo Folha
 


Com o anúncio da prefeitura de que praças, parques e áreas comuns de condomínios voltam a funcionar em Londrina a partir desta segunda (17), o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, deu uma entrevista on-line nesta manhã sobre a flexibilização.  Ele destacou as estratégias de enfrentamento e combate à pandemia com a liberação desses espaços. 


Nesta segunda as placas de interdição nas áreas livres começarão a ser recolhidas pelo poder público. Por enquanto, somente as atividades físicas individuais, como caminhadas e uso das academias ao ar livre,  estão liberadas. “Todo e qualquer espaço de esporte coletivo como quadras, piscinas e campos de futebol continuam vedados. Nos condomínios residenciais, vale destacar que o uso dos espaços é exclusivo para residentes e co-residentes.  Será preciso fazer o agendamento para utilização de academia, salão de festa, quadra e parquinhos, além de higienização após o uso”, disse.  




Machado completou que o uso é limitado a moradores de cada unidade habitacional, ou seja, convidados da família não são permitidos nessas áreas do condomínio. “Também estamos liberando acesso à visitação a parques públicos como o Arthur Thomas e Jardim Botânico (zona sul), mas com 50% da capacidade de ocupação. Todas as medidas de higiene seguem obrigatórias, como o uso de máscara, evitar aglomerações e uso de álcool gel para higienização das mãos”, detalhou.


Uso de espaços de lazer e áreas públicas será fiscalizado
Vivian Honorato/N.Com
 



GM

Nos espaços públicos como Zerão, lagos e parques, o monitoramento é feito pela GM (Guarda Municipal). Já nos condomínios residenciais, o poder público também é responsável, porém, Machado falou sobre a necessidade do acompanhamento das medidas por parte dos condomínios, especialmente os síndicos. 


“Os condomínios poderão ser responsabilizados pelo descumprimento das regras sanitárias, assim como os moradores e proprietários de unidades locadas. A fiscalização é por parte do poder público, mas não vamos conseguir estar em todos os locais ao mesmo tempo. Precisamos ter o discernimento de que esse decreto tem como objetivo proteger as pessoas, a saúde de todos. Vale lembrar ainda que denúncias a respeito de descumprimentos podem ser feitas a qualquer momento”, pontuou.  


Em relação às punições, o decreto traz a aplicação de multa pecuniária com escalonamento em casos de reincidência, podendo chegar até a possibilidade de proibir o funcionamento do espaço.  “Ainda é um momento de pandemia e o decreto baliza os cuidados que devem ser tomados. Nosso cenário epidemiológico ainda vai se manter ativo e estamos monitorando os dados diariamente”, afirmou.


CLUBES SOCIAIS

Em relação ao funcionamento dos clubes sociais, Machado respondeu que a equipe técnica e médica da secretaria de Saúde está detalhando os pontos essenciais para um retorno seguro. “Talvez volte primeiro as atividades que já estão retornando aos poucos, como restaurantes e academias dos clubes, mas acreditamos que teremos a análise completa até o final de semana, pois estamos nos debruçando há um tempo nesse plano”, disse. 


ACADEMIAS

Desde que foi decretado o fechamento de atividades não essenciais em Londrina, no dia 30 de março, as academias (aproximadamente 300 estabelecimentos) passaram a buscar o direito de reabertura na Justiça. “Muitas já estão funcionando, então isso já está superado”, comentou o secretário municipal de Saúde, sem entrar em mais detalhes. 





Serviço: Denúncias a respeito do descumprimento de medidas de enfrentamento ao coronavírus podem ser feitas pelo 99995-0272 (WhatsApp) da Guarda Municipal ou pelo 153. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo