CORONAVÍRUS -

Universidades públicas do Paraná avaliam situação de vestibulares

Na UEL, concurso deve ser realizado em janeiro de 2021; UEM e UEPG já suspenderam vestibular de inverno

Laís Taine - Grupo Folha
Laís Taine - Grupo Folha

Os impactos causados pelo novo coronavírus atingiram o calendário de provas dos vestibulares das universidades públicas de todo o Paraná. O vestibular de inverno da UEM (Universidade Estadual de Maringá) foi suspenso e o da UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) cancelado. Já o calendário para as provas regulares de várias instituições está em avaliação para adoção de novas datas, alteração no formato das provas e estratégias de aplicação equivalentes às medidas protetivas preconizadas pelos órgãos de saúde. 



Universidades públicas do Paraná avaliam situação de vestibulares
 



UEL 

Na UEL (Universidade Estadual de Londrina), a Copese (Comissão Permanente de Seleção) está desenvolvendo propostas que serão apresentadas no início de junho ao Cepe (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão). A ideia é que a prova de seleção seja aplicada entre fim de janeiro e início de fevereiro. 




“Dois motivos nos levam a pensar em alterações. Primeiro, estarmos atentos ao calendário do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que possivelmente vai mudar, e também ao calendário da educação básica, que, mesmo que termine em dezembro, sabemos que os alunos terão perda, não vai ser a mesma coisa”, comenta Sandra Garcia, coordenadora da Cops (Coordenadoria de Processo Seletivo), da UEL. 


Além dos calendários externos, a coordenadora também aponta a necessidade de análise da estrutura da aplicação das provas, que deverá obedecer às indicações de saúde e evitar aglomeração. Para isso, serão necessários mais salas para os candidatos realizarem os testes e maior número de fiscais. 


De acordo com Garcia, as datas de inscrição não sofrerão alteração, sendo realizadas no mesmo período dos anos anteriores, entre agosto e setembro. Já as provas terão que ser adiadas. “Vamos esperar o Enem, que pode ser que também seja transferido. Nossa sugestão é que [o Vestibular UEL 2021] seja em janeiro ou início de fevereiro”, indica. A confirmação será apresentada após a avaliação da Cepe, em junho. 


Garcia afirma que a definição também deve levar em conta o calendário de seleção de outras estaduais. “Esse ano já estava difícil, porque em outubro teríamos dois finais de semana com as eleições, um com feriado prolongado e novembro com duas etapas do Enem. A gente tem conversado com as estaduais, fazendo uma tentativa. A maioria tem uma tendência de aplicar no início de dezembro, todas vão alterar seus calendários. Dezembro está ficando inviável”, aponta. Dois estudos serão enviados para análise do conselho, ainda não foi descartada a avaliação em duas fases, mas, diferente do ano anterior, não haverá aplicação das provas em Curitiba e Cascavel.  


UEM DISCUTE ANDAMENTO DE
DOIS PROCESSOS SELETIVOS

O vestibular de inverno da UEM foi suspenso, as provas que seriam realizadas nos dias 12 e 13 de julho ainda não têm confirmação de nova data. “Toda decisão que envolve datas ou envolve um cancelamento de um vestibular de inverno, que ainda não foi cancelado, tem que passar pelo conselho. Estamos debruçados em cima disso para dar uma resposta à comunidade”, explica Maria Raquel Marçal Natali, presidente do CVU (Comissão de Vestibular Unificado). 


A universidade deve discutir o andamento dos dois processos seletivos (inverno e verão) nas próximas semanas. Ela comenta que todo o planejamento envolve eventos externos à universidade, como Enem e eleições, mas que já está em andamento novas análises para que não haja prejuízos aos estudantes. “A universidade encaminhou ofícios ao Núcleo Estadual de Educação e também ao Sinepe (Sindicato das Escolas Particulares) para termos isso de uma forma mais definida. Coloca-se que o calendário da escola pública terminaria em 18 de dezembro, a gente não quer de modo algum prejudicar os alunos e quer tentar oferecer condições seguras de realizar o processo, seguindo as orientações de saúde”, afirma. As provas da UEM são aplicadas em mais de 10 cidades e isso também deverá entrar no debate. 


UENP DEVE APLICAR PROVAS

NO INÍCIO DE 2021

A Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná) disse que o processo seletivo, comumente realizado na segunda quinzena de novembro de todo ano, deverá ser aplicado no início de 2021, com adequações necessárias e medidas preventivas para proteção dos candidatos.  


“Estamos acompanhando o cenário e estudando as possibilidades. Depois do retorno das atividades presenciais [dos alunos matriculados] vamos definir o novo processo do vestibular”, comenta Pedro Fernandes, coordenador da CPS (Coordenadoria de Processos Seletivos e Concursos), da Uenp. “Nos parece que é inviável a realização do nosso vestibular em 2020 e a impressão que nós temos é de que o vestibular aconteça em janeiro ou fevereiro de 2021”, adianta.  


O coordenador aponta que a universidade aplica as provas em dois dias e em três cidades diferentes e que será necessário avaliar o formato. Ele prevê melhor encaminhamento das decisões somente após o retorno das atividades presenciais, previstas, no melhor cenário, para agosto. “Claro, a gente espera que as coisas melhorem, mas se a situação se arrastar até o final do ano, teremos outro contexto.” 

Universidades públicas do Paraná avaliam situação de vestibulares
 



VAGAS DE INVERNO DA UEPG

SERÃO OFERTADAS NO VERÃO

As provas do meio do ano de 2020 da UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) foram canceladas. As vagas do concurso serão ofertadas no Vestibular de Verão, cujas inscrições serão realizadas de 1 de setembro a 15 de outubro, com datas de aplicação das provas já definidas para os dias 6 e 7 de dezembro e o calendário do PSS (Processo Seletivo Seriado) está mantido com inscrições de 1 a 30 de agosto e provas no dia 22 de novembro. 


UNICENTRO

A Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste) confirma que as datas programadas não serão mantidas, com adiamento já definido pela administração central e que aguarda confirmação da data de realização do Enem e discussão e deliberação do Cepe para confirmar novas datas.  


UNESPAR

Seguem com o mesmo processo de análise a Unespar (Universidade Estadual do Paraná), que já suspendeu o calendário regular do Concurso Vestibular 2020-2021, e Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná), que tinha datas definidas para as provas no dia 6 de dezembro, mas a universidade já sinalizou que, embora o calendário esteja mantido, há uma avaliação em andamento e que haja provável adiamento.  


UTFPR,  UNILA E UFPR

As federais UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) e Unila (Universidade Federal da Integração Latino-Americana) utilizam o processo de seleção pelo Sisu (Sistema de Seleção Unificada). A UFPR (Universidade Federal do Paraná) respondeu que ainda está estudando o processo e que divulgará quando alguma decisão for tomada. 





Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias