EVENTO TESTE -

Testagem para Covid em evento é realizado pela primeira vez em Londrina

Cerca de 500 competidores participaram de torneio equestre; "evento teste" é resultado de parceria entre HU e Sociedade Rural

Reportagem local
Reportagem local

Pela primeira vez em Londrina foi feita a testagem para a Covid-19 em um evento. O 3º Open Rope, do segmento equestre, foi realizado no Parque de Exposições Ney Braga, entre os dias 23 e 25 de julho, com o apoio da SRP (Sociedade Rural do Paraná), com a participação de cerca de 500 competidores, seguindo as regras sanitárias de segurança e se transformou em um “evento teste”.

 

Testagem para Covid em evento é realizado pela primeira vez em Londrina
SRP - Divulgação
 


Todo o procedimento de testagem foi realizado por cerca de 30 profissionais do HU-UEL  (Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina). Foram realizados 833 testes rápidos com o objetivo de detectar o Antígeno SARS-C oV-2 em competidores e equipes de apoio. Duas pessoas positivaram, foram isoladas, não tiveram contato com o público participante. Elas foram orientadas quanto às providências a serem tomadas neste caso e não puderam participar do evento.


A realização do “evento teste” só foi possível devido a parceria entre a SRP e o HU-UEL, com o acompanhamento do Ministério Público, consultado pela direção da SRP. A proposta da testagem em massa em eventos foi apresentada às entidades de Londrina pela superintendência do HU-UEL e MP, com o objetivo de que as atividades industriais, comerciais, culturais, turísticas, entre outras, pudessem ir retornando paulatinamente, de forma segura e acompanhando o avanço da vacinação.


A SRP adquiriu 1.500 testes rápidos do Instituto de Biologia Molecular do Paraná, com o objetivo de doar ao hospital os que não fossem usados. As direções da SRP, HU-UEL e Ministério Público, ao final do evento, fizeram uma avaliação positiva dos resultados. Para a SRP, esta experiência abre novas possibilidades de retomada da economia.


PLANEJAMENTO E LOGÍSTICA 

O planejamento e os trabalhos para a realização da testagem iniciaram bem antes do evento, pela direção e equipes, tanto da SRP quanto do HU-UEL. Os locais foram vistoriados e definidos. A prova foi realizada em espaço aberto. Organizadores e competidores foram avisados que haveria teste obrigatório para que o evento se realizasse. Não foi permitida a participação de público e familiares.


Uma tenda com infraestrutura para a realização dos exames foi montada. O parque foi fechado e apenas competidores e equipes de apoio da SRP e do evento tiveram acesso ao Ney Braga em sistema Drive Thru. A triagem com levantamento de dados dos participantes, identificação de veículos foi feita logo na entrada do Parque e público testado aguardou dentro do carro em local preparado, até a saída do resultado do exame. Com o resultado em mãos, orientações da equipe do HU-UEL e pulseira de identificação no braço comprovando a realização do teste, o competidor pode se dirigir ao espaço onde as provas estavam sendo realizadas. (Com informações da SRP)



Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo