100 anos da 1ª Guerra Mundial

Em Londrina e no Paraná há, certamente, alguns descendentes de europeus que participaram da 1ª Guerra Mundial, que está fazendo 100 anos que aconteceu e matou mais de 10 milhões de pessoas. Dono de um império invejável, a Áustria, que detinha os territórios da Hungria, Bósnia, Sérvia, Croácia, Veneza e Trieste na Itália, parte da Polônia e parte da Tchecoslováquia, era invejada por todos. E os austríacos conquistaram tudo isso mais na "manha", fruto de negociações entre só mandatários, de casamentos arrumados, de traições amorosas e etc. Tudo começou quando um estudante sérvio decidiu assassinar o príncipe herdeiro do império austro-húngaro. Bastou: foi um efeito dominó. Uma guerra que mudou o mundo todo, inclusive a vida no Brasil, e seu comércio internacional. A Bélgica e o Reino Unido eram aliados da Rússia, que foi atacada pela Alemanha.




Foi uma pauleira só, a chamada Guerra das Trincheiras. Estudamos a influência dessa 1ª Guerra Mundial na economia, quando tivemos aulas de Direito Comercial, com o professor Reinville de Oliveira, na Faculdade Estadual de Direito de Londrina. Ele voltou para a Bahia, onde está sepultado. Era articulista colaborador da FOLHA e muito estimado por todos os seus alunos.


Imagem ilustrativa da imagem Social - Oswaldo Militão
| Foto: Divulgação
A sempre bonita Luliana Brunelli veio passar seu aniversário com a família. Ela está fora de Londrina desde 1981 e trabalha com treinamento e desenvolvimento de executivos. É proprietária da LBrunelli Educação Empresarial e professora associada da Fundação Dom Cabral. Sua mãe, a dinâmica Maria Alice Brunelli, preparou aquela recepção para a filha querida.



Futebol nosso de cada dia

O goleiro colombiano Davi Oscina, que brilhou na Copa do Mundo, e que era do Nice da França, vai para um time da Inglaterra.

O brasileiro Robinho, do Milan, vai para um clube da Turquia, o Beziktas. O Santos e o Flamengo estavam no páreo.

O PSG, de Paris, quer comprar o passe do argentino Angel Di Martia, podendo pagar até R$ 170 milhões! Um absurdo, sem dúvida. É dinheiro do petróleo árabe.

E curiosamente o Barcelona está treinando na Inglaterra, fazendo lá sua pré-temporada. Sem Neymar, contundido, e sem Messi, preocupado
com a ação contra ele pelo fisco espanhol.

Já alguns torcedores do Palmeiras quebraram várias cadeiras no novo Estádio do Corinthians. Perderam na bola e perderam também no chamado "fairplay". Fizeram lembrar aquele torcedor que, ao flagrar a namorada nos braços de outro, vingou-se: colocou fogo no sofá da casa.

Avaliação de imóveis

O vice-presidente do Creci Paraná, Rosalmir Moreira, proferirá palestra hoje, a partir das 19 horas, no Teatro Colégio Londrinense, falando sobre "O mercado de avaliação e perícia para corretores de imóveis". A atividade é dirigida a interessados em conhecer com mais detalhes os procedimentos da negociações imobiliárias. Engenheiro civil e profissional atuante em Londrina e região, o palestrante é professor do curso de Avaliação de Imóveis, que está com as inscrições abertas para a sua segunda turma, no Colégio Londrinense Virtual. A inscrição para a palestra será de apenas R$ 20.


Imagem ilustrativa da imagem Social - Oswaldo Militão
| Foto: Divulgação
A modelo e estudante Letícia Rodrigues comemorou seu aniversário de 18 anos em alto estilo na Mansão Palhano, reunindo seus amigos e convidados para a festa que rolou até altas horas.



Três milhões de brasileiros são portadores de hepatite C. Que ainda não tem vacina contra ela. Aqui em Londrina não sabemos quantos casos há, parece que não há estatística a respeito. Mas sabe-se que várias pessoas já morreram por causa dela, de câncer no fígado, cirrose e etc. O que se fala entre os médicos é que os portadores de hepatite C têm mais de 45 anos de idade. O seu médico já lhe pediu para fazer este exame, se você tem mais de 45 anos? Se não, na primeira chance, peça para ele, disse o médico e professor de Medicina Roberto Parisi.


Imagem ilustrativa da imagem Social - Oswaldo Militão
| Foto: Divulgação
Joaquim Martins e Conceição Beraldi Martins estão comemorando, hoje, 70 anos de casados. O enlace matrimonial deles aconteceu em São João do Muqui (ES) na Paróquia São João Batista. Moraram durantes anos em Icaraíma e vieram para Londrina há 42 anos. O feliz casal tem 7 filhos, 15 netos e 10 bisnetos. Joaquim sempre trabalhou na lavoura e dona Conceição cozinhava e cuidava das crianças. Aquele abraço à toda a família




"É uma matança só que não acaba mais. Esses palestinos do Hamas e os israelenses não vão sossegar enquanto não se destruírem a todos". Foi o comentário ouvido, ontem, na sala premier do Banco HSBC, em Londrina, ao saber que ontem os dois lados assassinaram mais crianças e adultos.




E falou-se mais, ontem sobre essa luta inglória entre Israel e o grupo Hamas, da Palestina, que no frigir dos ovos representa o seu povo todo. Disseram, domingo, em Londrina, durante conversa de amigos e frequentadores do Mercado Sangri-Lá que o povo brasileiro deveria dar o exemplo de não aceitar, de não se conformar com essa matança, verdadeiro assassinato, de crianças, jovens, mulheres, velhos e os adultos e enviar telegramas (se é que ainda podem ser passados) ou mesmo e-mails para as embaixadas de Israel e da Palestina em Brasília. E também às embaixadas da Rússia, dos Estados Unidos e da China, pedindo que seus governos entrem em ação e tentem parar com essa desumanidade a que o mundo todo assiste pela televisão e faz de conta que não é com o resto do planeta. É sim, pois é um crime de lesa-humanidade.


Imagem ilustrativa da imagem Social - Oswaldo Militão
| Foto: Divulgação
No Rotary Clube de Londrina, a advogada Vânia Queiroz é a nova presidente. Ela tomou posse durante reunião festiva realizada na Casa da Amizade. Vânia, na foto com seu marido Marcelo Jiran Queiroz e com o ex-presidente do "Londrinão", Leandro Buzignani dos Reis e sua esposa Karine Pinto. A reunião de posse foi prestigiada pelos ex-governadores Octávio Sacandelae e Pilar Alvarez Gonzaga. Vânia será uma presidente dinâmica, dizem seus companheiros rotarianos.

Imagem ilustrativa da imagem Social - Oswaldo Militão
| Foto: Divulgação
O Tayayá participou, em parceria com a agência Embarcando Turismo, da Feira de Noivas, promovida com sucesso no último final de semana, no Iate Clube de Londrina. O Tayayá é um destino muito requisitado para pacotes de lua de mel. É um local paradisíaco. Estão na foto Maria Fernanda Simino, da Embarcando, Silvio Batista, gerente comercial do Tayayá, e Eunice Simino.



"É impossível alfabetizar 35 alunos em uma sala de aula. É mais ou menos como dar três automóveis para um motorista guiá-los ao mesmo tempo". Foi o que disse o professor Vitor Faro, da Faculdade de Educação de São Paulo. E afirmou: "Os políticos pensam que educar é como fabricar pregos..."




A Serasa Experience informando que acontece uma fraude a cada 17 segundos no Brasil. Em julho aconteceram 151 mil ocorrências dessa natureza. Fraudadores e criminosos tentando fazer negócios, usando documentos falsos e etc. Inclusive em Londrina, onde empresas em geral vem sendo vítimas.




Congresso em Londrina

Está marcado para o dia 1 de agosto, das 9 às 16h30, no anfiteatro do condomínio empresarial Twin Towers, o 3º Congresso Latino Americano de Prevenção de Acidentes e Segurança no Trabalho, tendo como tema central a Cultura de Saúde e Segurança no Trabalho. Entre os presentes, René Mendes, Sérgio Antonio Martins Carneiro, Mário Souza, Wellington Sivério, Sandro Leme e Andreza Nelpa, palestrante e autora que fará o lançamento oficial do seu livro "Faça a diferença – seja líder em saúde e segurança".




Esta coluna une-se a todas as manifestações de pesar pelo falecimento do londrinense Aristides Niero, pessoa muito estimada na cidade. Que Deus o tenha.


Imagem ilustrativa da imagem Social - Oswaldo Militão
| Foto: Divulgação
60 anos de atividades
O Coral Palestrina, criado em 1954, pelo padre Symphoriano Kopf, está completando 60 anos de atividades. No seu início eram só vozes masculinas, mas após sete anos passou a contar com as femininas também. Seu primeiro regente foi Antonio de Carvalho Grade, e depois dele, Oswaldo Rossini, que o dirigiu durante 40 anos. A partir de 1998, seu regente é o maestro Erico Engelmann. O Coral Palestrina participa de liturgias, casamentos, festivais, comemorações cívicas e religiosas. Na foto, com o diácono Rodolfo Trilstz, o pessoal do Coral, que hoje e amanhã participará do 11º Festival de Corais de Cambé. Emilio Felipe de Melo é o coordenador geral do evento. Sucesso a todos.