|
  • Bitcoin 103.205
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

PANDEMIA

m de leitura Atualizado em 17/06/2021, 17:53

Saúde confirma morte de adolescente de 12 anos por Covid em Londrina

Garoto tinha comorbidades e é o mais jovem a perder a vida na cidade em decorrência da doença

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 16 de junho de 2021

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante
Imagem ilustrativa da imagem Saúde confirma morte de adolescente de 12 anos por Covid em Londrina Imagem ilustrativa da imagem Saúde confirma morte de adolescente de 12 anos por Covid em Londrina
|  Foto: Folha Arte
 

A secretaria municipal de Saúde confirmou nesta quarta-feira (16) a morte de um adolescente de 12 anos em Londrina por conta da Covid-19. No fim de semana, o prefeito Marcelo Belinati já havia comentando, durante live, que o município estava investigando o óbito, que aconteceu no último dia nove. O diagnóstico clínico-epidemiológico apontou que a causa foi as complicações geradas pelo coronavírus. 

O garoto tinha comorbidades e se tornou morador mais jovem a perder a vida pela doença desde o início da pandemia no município. Até então, o mais novo tinha 20 anos e era um rapaz que morreu em março. O boletim desta quarta traz o óbito de 11 pessoas, sendo sete nas últimas 24 horas e o restante em outros dias deste mês. São seis homens e cinco mulheres, em que cinco tinham menos de 60 anos e nove possuíam doenças pré-existentes. 

O informe sobre o panorama da pandemia desta quarta-feira traz 451 novos casos da Covid-19 em Londrina, que chegou à marca de 63.496 confirmações. São mais 450 curados, totalizando 61.152. Em pouco mais de um ano já morreram 1.610 londrinenses. Estão ativos 734 casos, em que 495 estão em isolamento domiciliar e 239 internados. 

Dos hospitalizados, 129 estão em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 110 em enfermaria. A ocupação de leitos adultos exclusivos para tratamento da doença está em 99%. 

Atualizada às 18h42

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.