PADROEIRA DO BRASIL -

Santuário em Londrina terá oito missas no dia de Nossa Senhora Aparecida

Festa chega à 24ª edição e vai contar com duas semanas de atividades; agendamento para missas já está liberado

Pedro Marconi - Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha

 

Paróquia foi elevada a santuário em outubro de 1997
Paróquia foi elevada a santuário em outubro de 1997 | Pedro Marconi - Grupo Folha
 


A festa da padroeira do Santuário Nossa Senhora Aparecida de Londrina, na Vila Nova, terá duas semanas de atividades em outubro, muitas delas adaptadas em razão da pandemia de coronavírus. Neste ano, a festa chega a sua 24ª edição e ainda vai iniciar as celebrações jubilares de 70 anos de paróquia, sendo a segunda da cidade, e 25 anos como santuário, marcas que serão completadas em 2021. A programação foi divulgada nesta segunda-feira durante coletiva de imprensa. 


A abertura será no dia 1º, às 8h30, com cerimônia para autoridades e pioneiros da comunidade. À noite, a partir das 19h30, terá a apresentação do hino litúrgico bizantino Akathistos. “Essa ópera foi criada quando o povo passava por aflição, problemas, necessidades e perseguição. Hoje, estamos passando novamente por esses problemas, vírus, questões sociais. É para sustentar a fé das pessoas no momento de aflição”, destacou padre Rodolfo Trisltz, pároco e reitor do santuário. 


Já entre os dias dois e dez haverá a novena todas as manhãs, às 7h, e no período noturno, às 19h. Durante cada noite terão orações por um grupo de profissionais, com convite a membros da sociedade civil organizada e sindicatos participarem. No dia dez vai acontecer a carreata, começando na paróquia Nossa Senhora Aparecida, na região sul, e terminando no santuário, com a bênção dos carros. 


No dia da Padroeira do Brasil, 12 de outubro, serão oito missas (5h, 7h, 9h, 11h, 13h, 15h, 17h e 19h). Diferentemente das outras atividades, vai ser preciso fazer o agendamento on-line (https://web.desenvol.com.br:8021/ageeventos/?PRI=KNMC&SEC=35&TER=0), que foi liberada na manhã de segunda. As pessoas que têm dificuldade de acesso à internet poderão fazer o agendamento presencialmente nas tardes de quarta, quinta e sexta-feira direto no santuário. 


A capacidade será de 500 pessoas por missa, com controle dos presentes feito por cores. “Cada missa terá uma cor e a pessoa receberá uma pulseira na hora que chegar na igreja. A pessoa só poderá ficar no horário daquela cor. Se a missa é da cor verde e a pessoa está com a pulseira amarela, deverá sair”, explicou. “Pegamos protocolos do Estado, município e arquidiocese e fomos deliberando a partir destes protocolos. Preferimos manter em 500 pessoas, pois, ficaria mais fácil o controle”, comentou. Também será lançado um selo especial dos Correios. 


REFLEXÕES

A festa da padroeira de 2021 traz como tema “Nossa Senhora Aparecida, intercessora do pão de cada dia” e lema “Eles não têm mais vinho. Fazei tudo o que Ele vos disser”, trecho extraído do livro de João na Bíblia, em referência à passagem das Bodas de Caná. Segundo o arcebispo da Arquidiocese de Londrina, dom Geremias Steinmetz, todo evento evangelizador que envolve Nossa Senhora pode ser aproveitado para um momento de reflexão social e teológico. 


“A situação atual do nosso País é de muita intolerância, discriminação, problemas sociais na área do emprego, moradia. É uma realidade difícil. Uma palavra de consolo, conforto e reflexão precisa ser dada para que nossa sociedade possa voltar a uma relativa unidade, ao cultivo da paz, esperança. Será um evento de apresentação do ministério de Jesus Cristo. A devoção à Nossa Senhora tem valor a partir do momento em que Ela de fato nos leva a seguirmos como discípulos de Jesus”, elencou. 


DEFESA DA VIDA

De acordo com as meditações e passagens trazidas na Bíblia, Maria desempenha na vida da Igreja, entre outros papéis, a de “modelo de cristã”. Para o padre Rodolfo Trisltz, no atual momento atravessado pela sociedade, Maria é a mensagem de pacificação. “É aquela mãe que fala: vamos parar, refletir, ver que todos somos irmãos. Não é momento para estarmos tensos, mas unidos. Trazemos mensagem de unidade, em que deixamos certos princípios para lutarmos pelo bem comum. E qual o bem comum que Nossa Senhora Aparecida defende? A vida. Todas as aparições de Nossa Senhora na história da humanidade foram em locais em que a vida estava sendo ameaçada.” 


CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

- 1/10: 8h30: Abertura oficial do Ano Jubilar com cerimônia para autoridades, pioneiros e comunidade. Presencial e com transmissão online. / 19h30: Akathistos, apresentação musical e religiosa com Coral Unicanto.


- 2 a 10/10: Novenas da Manhã (7h) e Noite (19h – aos sábados e domingos, às 18h30).


- 6/10: 15h - Novena vespertina pelas família enlutadas por conta da Covid-19 e pelos enfermos. 


- 7/10: 12h10 - Missa com o clero da Arquidiocese de Londrina.


- 9/10: 17h30 - Terço dos homens.


- 10/10: 9h - Carreata, com saída da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, zona sul km 9. Bênção dos carros após a chegada da carreata. 


- 11/10: 19h30 - Vésperas Solenes, com celebração de dom Geremias Steinmetz, arcebispo de Londrina.


- 12/10: Missas: 5h, 7h, 9h, 11h, 13h, 15h, 17h e 19h, seguida da coroação da imagem de Nossa Senhora. / 12h: Troca do manto da imagem de Nossa Senhora (dom Geremias Steinmetz). / 18h: Bênção das crianças. 


Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo