|
  • Bitcoin 150.235
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

Cidades

m de leitura Atualizado em 20/03/2022, 12:07

Santa Casa de Cambé recebe R$ 1,8 milhão do Estado

Verba será usada para construção de um elevador e reformas na cozinha e refeitório, entre outros

PUBLICAÇÃO
domingo, 20 de março de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) firmou neste sábado (19) um convênio com a Santa Casa de Cambé (Região Metropolitana de Londrina) para implantação de elevador para transporte de pacientes, reforma do galpão para o novo departamento administrativo e almoxarifado, reforma da cozinha e refeitório e pintura externa predial.O investimento total soma R$ 2.039.243,41, sendo R$ 1,8 milhão de repasse da Sesa e R$ 239.243,41 de contrapartida da unidade.

Saúde firma convênio com a Santa Casa de Cambé para melhorias na estrutura - Cambé, 19/03/2022 Saúde firma convênio com a Santa Casa de Cambé para melhorias na estrutura - Cambé, 19/03/2022
Saúde firma convênio com a Santa Casa de Cambé para melhorias na estrutura - Cambé, 19/03/2022 |  Foto: Albari Rosa/SESA
 

“Essas melhorias possibilitarão a implantação de mais leitos neste hospital. Temos que abrir mais portas, abraçar a população, e continuar este excelente trabalho que a Santa Casa já faz não só para Cambé, mas para todos os municípios que a unidade atende”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

A Santa Casa é o único hospital do município que oferta serviço em atendimento médico pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para uma população aproximada de 138 mil habitantes, composta por Cambé (106.533) e microrregião pactuada (Miraselva, Bela Vista do Paraíso, Prado Ferreira e Florestópolis – 31.500 habitantes) .“A Santa Casa colaborou muito no pior momento que tivemos da Covid e faz parte de uma rede importante que tem que funcionar, então este recurso vem para somar”, disse o prefeito de Cambé, Conrado Scheller.

As obras são estratégicas para que o hospital possa melhorar a qualidade de atendimento, ampliar os serviços ofertados à comunidade local e região e cumprir normas estabelecidas pela legislação vigente.

“Esse convênio é de grande importância para o atendimento de aproximadamente 140 mil habitantes que possuem o hospital como referência de atendimento. Os colaboradores também serão beneficiados pelas melhorias nas condições de trabalho”, comemora a diretora da unidade, Tatiana Muller. Após a assinatura que dará o aval para a liberação do recurso, o processo deve partir para licitação. A previsão é de que as obras tenham início já no primeiro semestre de 2022.

Participaram do evento, os deputados estaduais Evandro Araújo, Tercilio Turini, Tiago Amaral, a diretora da 17ª Regional de Saúde de Londrina, Maria Lúcia Lopes, além de demais autoridades da Região. (Com informações da AEN e Secom/Cambé)

 Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1