|
  • Bitcoin 150.474
  • Dólar 5,0617
  • Euro 5,2708
Londrina

O BICHO PEGOU

m de leitura Atualizado em 07/04/2022, 17:09

Qual a frequência ideal para tosar o cachorro?

Além de um cuidado estético, o procedimento é fundamental para manter a higiene e a saúde do animal

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 08 de abril de 2022

Lívia Marra - Folhapress
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

São Paulo - A tosa, além de um cuidado estético, é fundamental para manter a higiene e a saúde do animal. "O procedimento contribui para evitar a proliferação de bactérias, fungos e parasitas, como pulgas e carrapatos, ajudando no seu bem-estar", afirma Thiago Calixto, especialista em tosa e sócio-fundador da Doggi.

. .
. |  Foto: iStock
 

Há diferentes tipos de corte, mas nem todos os cães precisam ser tosados. O pelo também funciona como um isolante térmico, por isso o corte sempre deve ser avaliado e feito por um profissional, que tem o equipamento adequado e a técnica para não machucar o animal. Calixto responde abaixo algumas dúvidas sobre tosa e os cuidados com o pelo do cachorro:

*

QUANDO A PRIMEIRA TOSA DEVE SER FEITA?

As características de pelagem podem variar muito de uma raça para outra e essas particularidades irão determinar quando realizar a primeira tosa. Mas vamos dar exemplo das três principais raças que frequentam os salões de banho e tosa:

- O shih-tzu normalmente faz a tosa bebê, que é a mais procurada hoje para a raça já com a pelagem na fase adulta, por volta dos 10 até os 12 meses de idade. Antes desse período o melhor é fazer a manutenção da pelagem e a tosa higiênica.

- O spitz alemão deve fazer o trimming entre o oitavo e o nono mês de vida, também buscando manter o padrão da raça.

- O poodle pode fazer sua primeira tosa por volta dos seis meses de idade, sem a necessidade de raspar a pelagem. Pode ser feita uma tosa com auxílio dos adaptadores e tesouras e, à medida que os procedimentos de tosa vão sendo feitos, a textura fica mais espessa.

O cuidado especial que devemos ter com todas as raças é de realizar uma manutenção com banhos frequentes para evitar que a pelagem embole. Portanto, esse cuidado deve ser semanal para a maioria das raças que frequentam o salão de banho e tosa.

*

TODOS OS CACHORROS PRECISAM SER TOSADOS?

Nem todos os cachorros precisam ser tosados, pois eles se diferem pelas características, tipos de pelo e fases de crescimento da pelagem.

Mas devemos lembrar que todas as raças necessitam de cuidados especiais com uma rotina de três tratamentos principais que são: hidratação, nutrição e reconstrução da pelagem.

*

QUANDO OPTAR PELA TOSA HIGIÊNICA?

A tosa higiênica pode envolver o corte das unhas, a tosa na região da barriga, perianal e anal e também as almofadas plantares. Essa retirada de excesso de pelos em cada raça pode evitar acidentes, pois se o doguinho ficar com excesso de pelo nas almofadas plantares pode escorregar e se acidentar.

Lembrando que não são todas as raças que necessitam da tosa higiênica.

*

QUAL A FREQUÊNCIA IDEAL ENTRE UMA TOSA E OUTRA?

O objetivo principal da realização da tosa é cuidar da pelagem e da saúde da pele do doguinho e garantir a higiene ao animal. Normalmente, os tutores que preferem a tosa realizada com a máquina as solicitam a cada 60 dias e os que preferem seus doguinhos feitos na tesoura, a cada 90 dias; e a tosa higiênica -dependendo da raça- pode ser feita a cada 15 dias.

Não tem necessidade de aumentar a frequência de tosa no verão, pois o tempo médio é esse mencionado acima.

*

O PELO SERVE COMO PROTETOR TÉRMICO PARA TODAS AS RAÇAS?

O pelo serve, sim, como um protetor térmico e ajuda também contra os raios ultravioleta que podem atingir a pele.

Então, no período do verão, ele vai desenvolver uma proteção térmica, e o cão não sentirá calor pois a troca de calor e o ambiente no doguinho é feita pela língua e pelas almofadas plantares. Ao contrário do que muitos pensam, os doguinhos não produzem o suor, pois não possuem glândulas sudoríparas como o ser humano.

E, no período mais frio, o pelo também fará essa proteção térmica por ser uma camada protetora da pele no doguinho.

*

QUAIS OS CUIDADOS COM A PELAGEM DO PET EM CASA?

O principal cuidado com a pelagem em casa é ter uma frequência de escovação pelo menos a cada três dias para que não forme nós com pelagem longa.

Lembrando que cada doguinho terá necessidades de escovas diferentes devido ao seu tipo de pelagem, mas as mais comuns são escovas de pinus para os cães da raça spitz alemão, maltês, yorkshire, shih-tzu e lhasa apso; nos cães de pelagem fluffy podemos utilizar a rasqueadeira e nos cães de pelagem curta pode-se optar por escovas com pinos de borracha. E não esquecer de visitar o salão de banho e tosa pelo menos uma vez por semana para manter a saúde da pele e a beleza do pelo.

*

TIPOS DE TOSA

Calixto lista cinco tipos de tosa mais comuns, mas alerta que o tutor deve indicar suas preferências na hora do corte, como não usar máquina na barriguinha do cachorro para evitar alergia.

"Independentemente da tosa escolhida, é importante o tutor salientar suas preferências, como escolher deixar topete, orelha e rabinho, ou orientar sobre não tosar a barriguinha com máquina, por exemplo, por conta de alergia. Essas especificações são fundamentais para o profissional que for realizar o procedimento", diz o sócio-fundador da rede especializada em banho e tosa

*

Tosa bebê: com essa tosa, o cachorro fica com aspecto de um filhote. Quando feita com a máquina, possibilita uma pelagem mais rala, com dois ou três dedos de comprimento, sendo indicada para cachorros de porte pequeno com pelos longos.

Tosa baixa e tosa média: na tosa baixa, o pelo do cachorro fica aproximadamente com 1,5 mm; já na versão média, em torno de 6,5 mm de comprimento. É indicada para todos os tipos de cachorro.

Tosa higiênica: é uma das mais solicitadas, pois contribui para a manutenção da higiene do cachorro no dia a dia. É tosada a barriga e o bumbum, já que estes pelos causam desconforto e atrapalham as necessidades fisiológicas - aumentando a sujeira - e a parte inferior das patas, para evitar escorregões e, consequentemente, possíveis acidentes. Para cachorros com muito pelos na região dos olhos e próximos ao focinho, também é recomendada para que o excesso não atrapalhe a visão e o olfato.

Tosa da raça: esse tipo de tosa mantém as características da raça e é um procedimento que preserva os traços originais da pelagem de cada animal.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1