Quatro homens armados com revólveres e pistolas usaram um ônibus do Expresso Maringá, que fazia a linha Londrina/Foz do Iguaçu, para bloquer a BR-369 nas proximidades de Mamborê (36 km a sudoeste de Campo Mourão) e assaltar outro ônibus que levava ‘‘compristas’’ para Ciudad del Este (Paraguai). A ação ocorreu ontem por volta das 2h30. O bando embarcou no ônibus de linha em Campo Mourão, usando passagens até Cascavel.
Segundo informações do delegado em exercício de Mamborê, Pedro Bini, os quatro homens embarcaram em Campo Mourão à 1h15. Havia 17 passageiros no ônibus que vinha de Londrina com destino a Foz do Iguaçu. Logo depois que saiu de Campo Mourão, o motorista Luiz Antônio de Souza foi rendido. Ele foi obrigado a ir e voltar várias vezes em trechos da rodovia. ‘‘A quadrilha deveria estar procurando um local ideal para a ação’’, disse Bini.
Nas proximidades do distrito de Pensamento (Mamborê), o motorista recebeu a ordem para atravessar o ônibus na pista e impedir a passagem de um outro ônibus que seguia no sentido Campo Mourão/Cascavel. O veículo abordado era um ônibus de Osasco (SP) que estava levando 20 passageiros para o Paraguai. O ônibus foi rendido e, assim como o carro do Expresso Maringá, teve que entrar numa estrada rural.
De acordo com Bini, o bando levou cerca de R$ 10 mil dos passageiros do ônibus de turismo, incluindo R$ 550,00 do agente de viagem Pedro Martins Siqueira. Do ônibus do Expresso Maringá foram levados R$ 111,00 e a bateria do telefone celular do motorista. Os passageiros assaltados contaram à polícia que viram outros dois homens do lado de fora do ônibus quando os assaltantes deixaram o veículo.