O uso da televisão para melhorar a qualidade de ensino é o objetivo do Net Sala de Aula, projeto apresentado na manhã de ontem a educadores de 50 escolas de Londrina. O serviço é oferecido gratuitamente a todos os estabelecimentos de ensino localizados em áreas servidas com TV a cabo.
A Net fornece a instalação do cabo, o sinal, o decodificador e uma equipe de pedagogos que mostram aos professores e estudantes a melhor forma de se aproveitar o conteúdo da programação do pacote (mais de 60 canais). Nos últimos quatro anos, a Net Sul investiu quase R$ 3 milhões no projeto, sendo R$ 1 milhão no Paraná.
‘‘Ao mesmo tempo que fazemos um trabalho social, conquistamos futuros clientes, mostrando que a TV paga pode ser usada para o crescimento intelectual’’, disse Sérgio Wainer, diretor da Net para Santa Catarina e Paraná.
O projeto começou a ser implantado em 1995 no Rio Grande do Sul. Depois foi implantado em Santa Catarina. Há um ano e meio, começou a funcionar em Curitiba e Maringá. Londrina e Arapongas entraram nos planos do Net Na Sala de Aula a partir da compra da rede local pela Net Sul no início do ano. No Paraná, 130 escolas já estão tendo acesso ao sinal. Nos três estados do Sul, são mais de mil escolas e 200 mil beneficiados.
O gerente geral da Net Londrina, Marcelo Ilha Moreira, acredita que o impacto do programa – oferecido sem distinção para escolas municipais, estaduais e particulares – pode ser o mesmo experimentado nas outras regiões. ‘‘O estudante passa a ver a TV de forma diferente, não mais como um meio alienante. Isso acaba diminuindo a influência de outros fatores externos que tanto amedrontam os pais’’, avalia. Mais informações pelo telefone (43) 374-1053