Cascavel Seis policiais civis e militares de Cascavel que se destacaram em ações no combate às drogas receberam o prêmio ''Luta Pela Vida''. Além de placas aos homenageados, as unidades a que pertencem os policiais receberam cada uma R$ 2 mil para equipamentos e reestruturação. A premiação consta de lei municipal.
As placas de prata foram entregues aos investigadores da 15 Subdivisão Policial, Paulo Souza e Silvio Matos, e aos soldados da Polícia Rodoviária Estadual, Valdecir de Oliveira e Arildo Rodrigues. O comandante do 6º BPM, tenente-coronel Antonio Amauri Ferreira de Lima, recebeu a premiação em nome de dois policiais que trabalham em Serviço Reservado e, por isso, não podem ter suas identidades reveladas.
Os primeiros cheques foram recebidos em nome de suas respectivas instituições, pelo delegado-chefe da 15 SDP, Valmir Soccio, comandante Lima e o comandante da 3Companhia de Polícia Rodoviária Estadual, capitão Antonio Roberto Padilha. ''É um estímulo àqueles que lutam contra as drogas'', declarou o prefeito Edgar Bueno (PDT).
O trabalho de combate ao narcotráfico levou o município a fechar parcerias com as polícias Civil e Militar. Uma delas garantiu, em dezembro de 2002, que o 6º BPM colocasse em operação o Grupo Especial de Combate ao Narcotráfico (Gecon) e ativasse o ''disque-denúncia'' 161. De acordo com o tenente-coronel, em 40 dias, o Gecon tirou de circulação 35 traficantes e apreender aproximadamente seis quilos de drogas.