Marcos Zanatta
De Maringá
A polícia de Santa Fé (47 km ao norte de Maringá) prendeu ontem Antônio Carlos da Silva, 29 anos, acusado de roubo de gado. O sogro dele, Antônio Carlos Cavalli, 48, também suspeito de roubo de gado, está foragido. A prisão aconteceu depois que os dois foram denunciados anonimamente. O delegado-substituto de Santa Fé, Valdiney Antonio Vertuan, disse que a polícia recebeu informações anteontem no início da noite de que dois homens estavam cercando gado na Fazenda Itápolis.
Por volta das 21 horas, os dois chegaram em um Fusca branco, que ficou estacionado no meio de um canavial. Silva e Cavalli foram até o pasto onde estavam 13 cabeças de gado e quando se preparavam para cortar os arames da cerca foram abordados por policiais civis e militares. ‘‘Os dois conseguiram fugir, mas encontramos os documentos deles no carro abandonado’’, disse Vertuan. Silva foi preso em casa, mas Cavalli não havia sido localizado até ontem à tarde.
No depoimento que prestou à polícia, Silva contou que entrou ‘‘de laranja’’ na tentativa de roubo de gado. Ele garantiu que estava indo pescar. A polícia informou ainda que Cavalli já tem passagens por roubo. ‘‘Acreditamos que existem mais pessoas envolvidas, já que o número de animais separados pela dupla exigiria um caminhão para o transporte.’’