|
  • Bitcoin 234.292
  • Dólar 5,5134
  • Euro 6,2536
Londrina

VIATURAS NAS RUAS 5m de leitura Atualizado em 17/11/2021, 15:38

Polícia prende foragidos por crimes contra o patrimônio em Londrina

Operação aconteceu em âmbito nacional e foi coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil

PUBLICAÇÃO
quarta-feira, 17 de novembro de 2021

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A Polícia Civil de Londrina amanheceu nas ruas, nesta quarta-feira (17), para cumprir 29 mandados de uma operação que mira suspeitos de crimes contra o patrimônio. Esta ação aconteceu de forma simultânea nos 26 estados do País e no Distrito Federal. No Paraná, mais de 150 policiais participaram da força-tarefa. Dos mandados correspondentes à 10ª Subdivisão Policial de Londrina, 24 foram de prisão preventiva e cinco de busca de apreensão. 

Em Londrina e região, policiais cumpriram 29 mandados: ação aconteceu em 26 Estados e DF
Em Londrina e região, policiais cumpriram 29 mandados: ação aconteceu em 26 Estados e DF |  Foto: Divulgação Polícia Civil
 

Os investigadores conseguiram prender quatro pessoas e apreender dois adolescentes, um deles em Cambé (Região Metropolitana de Londrina). Os detidos não têm relação entre si e estavam foragidos. “Essa operação é a nível nacional das polícias civis, incluindo crimes de roubos, furtos, estelionatos e receptação. A Polícia Civil no Paraná tem divisão especializada nesse tipo de crime, com sede em Curitiba, e nos passou as orientações. Coube a nós dar cumprimento”, explicou o delegado-chefe na cidade, Amarantino Ribeiro. 

Durante a efetivação dos mandados de busca e apreensão, nenhum material foi encontrado para ser recolhido. Em Londrina, participaram da operação 37 policiais. “Esses crimes incomodam muito a sociedade. O cidadão vê seu patrimônio subtraído, principalmente roubo e furto a residências. Tivemos um caso recente, que chamou atenção, que foi o roubo contra um posto de combustíveis, em que o ladrão matou o comparsa. Isso choca e estamos tentando cumprir mandados para que as pessoas paguem pelo que cometeram”, lembrou. 

Os criminosos que seguem com a prisão em aberto deverão continuar no radar da Polícia Civil pelos próximos dias. A promessa também é para uma nova ação nas próximas semanas, desta vez em nível local e focada em adolescentes que precisam cumprir medidas socioeducativas por crimes diversos. 

“Na delegacia do Adolescente tem um número razoável de mandados e deveremos fazer uma operação para cumprir todos os mandados de internação em aberto. Independentemente de ser crime patrimonial ou homicídio, o adolescente precisa receber essa resposta mais rápida do Estado. Adolescente está em fase de formação”, elencou Ribeiro.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM