Dimitri do Valle
De Curitiba
O titular da Delegacia de Homicídios, delegado Fauze Salmen, vai ouvir na próxima segunda-feira os familiares do garoto V. C. M., 11 anos, que morreu baleado após participar de um assalto no bairro Uberaba, na noite de quarta-feira. Segundo o delegado, eles não foram ouvidos ainda devido ao trauma provocado pela morte do garoto. Salmen disse que testemunhas também prestarão depoimento para confirmar que o comerciante Ernandes da Silva, 31 anos, não foi o autor do disparo que matou o menor. O principal suspeito é o próprio comparsa do menino, conhecido apenas por ‘‘Jamanta’’, que está foragido. O delegado espera que ele seja maior de 18 anos para que possa ser indiciado pela morte do menor.