Polícia indicia dupla que clonou cartões para 'comprar' obras de arte

Eles enganaram uma moradora de São Paulo para adquirir quatro obras, avaliadas em R$ 22 mil

Rafael Machado - Grupo Folha
Rafael Machado - Grupo Folha

O delegado do 6º Distrito Policial, Ernandes Cezar Alves, indiciou por estelionato dois homens que fraudaram cartões de crédito e enganaram uma moradora do Estado de São Paulo durante a compra de quatro obras de arte, avaliadas em R$ 22 mil. Os quadros foram recuperados em uma operação conjunta realizada em maio com a Delegacia de Estelionatos de Londrina e já devolvidos para a proprietária. 


 

Polícia indicia dupla que clonou cartões para 'comprar' obras de arte
Arquivo FOLHA
 




Ao descobrir a fraude, a vítima registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, que identificou como os criminosos agiram. "Um deles conseguiu dados do cartão de outra pessoa, que nada tem a ver com o crime, para aplicar o golpe. O suspeito procurou a dona das obras, eles negociaram os valores e a compra foi feita. O rapaz ainda entrou em contato novamente alegando que uma das telas apresentava estragos. A mulher depositou mais R$ 1,7 mil para reparar o erro. Esse dinheiro não foi recuperado", comentou. 


Depois da entrega, o pagamento das obras de arte não caiu na conta da vítima, o que despertou a suspeita. "Pelo o que levantamos, este seria o primeiro golpe formalmente identificado por um dos criminosos. O segundo teve a identidade confirmada pelos investigadores durante a operação", comentou. 


Alves alertou que todo cuidado é pouco em compras feitas pela internet, que cresceram por conta da pandemia da Covid-19. "É preciso ficar atento com a bandeira do cartão. São muitos créditos novos disponíveis no mercado, o que facilita a ação dos bandidos. Desconfiar sempre é bom", disse. 


Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo