Parada cardíaca mata pioneiro em Maringá


Lucinéia Parra
Sucursal de Maringá
Lucinéia Parra Sucursal de Maringá

Moleirinho: chegada em 1953Foi enterrado ontem, em Maringá, o pioneiro Joaquim Duarte Moleirinho. Ele morreu por volta das 18h30 de anteontem, de parada cardíaca, aos 84 anos. Moleirinho chegou em Maringá em 1953, vindo de Portugal. Acompanhado do amigo lusitano Joaquim Gomes Caetano, Moleirinho trabalhou como pedreiro e ajudou a construir, entre outras edificações, o Grande Hotel de Maringá, hoje denominado Bandeirantes Hotel, no centro da cidade.
Em 1954, os dois amigos alugaram um salão na avenida Brasil, hoje principal avenida de Maringá, onde fundaram o Frigorífico Central. Era um açougue modesto, que ocupava as instalações de uma casa de ferragens. Moleirinho e Caetano compravam a carne do Matadouro Municipal de Maringá. O sistema de compra era ousado. Eles pegavam a carne de manhã para pagar à tarde, vendendo o produto no açougue e entregando em domicílio com um jipe.
Dois anos depois de chegar em Maringá, Moleirinho e Caetano adquiriram uma chácara na Zona Dois da cidade, e construíram no local o próprio matadouro. A chácara ficava em plena mata. Em 1957, chegava de Portugal os dois filhos de Moleirinho: Amorim e Virgulino. Oito anos depois de fixar moradia em Maringá, Moleirinho retornou a Portugal com o objetivo de convencer a mulher e as filhas, Maria Conceição e Rosinha a se mudarem para o Brasil. Somente o filho Joaquim retorna com Moleirinho.
Os negócios no Brasil começam a se expandir ainda mais em 1962, quando os amigos portugueses abrem um entreposto do frigorífico, em São Paulo. No final do mesmo ano, chegaram em Maringá, a mulher e as duas filhas de Moleirinho. A parceria entre os amigos lusitanos, chega ao fim em 1981, quando Caetano se transfere para o Mato Grosso do Sul e parte para outros investimentos.
Como pioneiro de Maringá, Moleirinho recebeu cinco comendas e três títulos beneméritos. Ele ajudou a fundar o Country Club e foi o fundador do Centro Português, onde foi presidente por duas gestões. Moleirinho também foi secretário de finanças, presidente do Rotary Club de Maringá e presidente da Banda Municipal por cinco anos. Ele deixa três filhos, 16 netos e 8 bisnetos.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo