CORRENTE DO BEM -

Papai Noel dos Correios vai encantar as crianças da zona rural de Londrina

Milhares de cartinhas escritas por estudantes de comunidades rurais, além dos bairros União da Vitória e São Jorge, podem ser adotadas até dezembro

Micaela Orikasa - Grupo Folha
Micaela Orikasa - Grupo Folha

De uma boneca que vem com mamadeira ao sonho de ser goleiro do São Paulo Futebol Clube. De um novo par de tênis a conjuntos de lápis, canetinhas e cadernos. A lista de desejos das crianças que são revelados todos os anos durante a campanha Papai Noel dos Correios é infinita. Nela cabem os sonhos mais inimagináveis como um bolo de chocolate, uma pizza, uma cesta básica, a volta da mãe para a casa ou saúde para o irmão. Não é à toa que essa ação lançada há 30 anos pelos Correios simboliza uma grande corrente do bem em todo o País.

  

A lista de desejos das crianças que são revelados todos os anos durante a campanha Papai Noel dos Correios é infinita
A lista de desejos das crianças que são revelados todos os anos durante a campanha Papai Noel dos Correios é infinita | Gina Mardones - Grupo Folha
 


Para atingir crianças em situação de vulnerabilidade, os Correios contam desde 2010 com a parceria das secretarias municipais de Educação que também auxiliam os alunos do ensino fundamental a manifestarem seus desejos. Aquelas que ainda não escrevem, desenham o que gostariam de ganhar.




Nesta edição, o Correios em Londrina optou em atender pela primeira vez as crianças da zona rural (assentamento Eli Vive 1 e 2; Paiquerê; Espírito Santo; Guaravera; Irerê; Lerroville; Maravilha; São Luiz; Warta; Três Bocas; Limoeiro; Selva; Heimtal; Regina e Guairacá). Escolas do União da Vitória, na zona sul, e do São Jorge, na zona norte, também estão participando. Ao todo, a campanha envolve 18 escolas municipais.

  

A abertura oficial da campanha foi na manhã de quarta-feira (13), na sede dos Correios em Londrina, na região central. O evento contou com a participação de crianças do Ilece (Instituto Londrinense de Educação para Crianças Excepcionais) e APS Down. Elas assistiram a uma apresentação do coral do Colégio da Polícia Militar de Londrina e se encantaram com a visita do Papai Noel, que chegou no caminhão do Corpo de Bombeiros.   


PERFIL DE SONHOS

O coordenador da campanha em Londrina, Antonio Augusto Ferreira Santos disse que a campanha funciona em um esquema de rodízio para buscar atender diferentes crianças. “A gente nunca havia atendido exclusivamente os distritos e isso tem sido muito interessante porque o perfil de sonhos dos alunos é diferente”, comentou. 


Segundo ele, a “geleca slime” e itens de material escolar são os campeões de pedidos. “A campanha traz a oportunidade de as crianças colocarem o sentimento delas no papel, aquilo que elas sonham. Espero que um dia a gente possa alcançar as 44 mil crianças da nossa rede”, comentou a assessora administrativa da secretaria municipal de Educação, Rosana Marchese.

  

Em 2018, a campanha atendeu 56 mil cartas e a ideia é repetir esse número em 2019, como afirmou o superintendente estadual de Operações dos Correios do Paraná, Paulo Cezer Kremer dos Santos. “Até o momento temos 13 mil cartas, mas sabemos que esses números vão evoluindo no decorrer da campanha”, afirmou. 


BEM PARA O CORAÇÃO

Dados dos Correios mostram que em Londrina 80% dos adotantes são funcionários públicos, seguido de empresários e comunidade em geral. A aposentada Alice Trentin, 72, participa da campanha há mais de 20 anos e contou o motivo de tamanha sensibilização.  


“Faz bem para o meu coração. Costumo pegar mais de 35 cartinhas porque também distribuo entre conhecidos. Eu fico imaginando a carinha de felicidade delas quando abrem o presente”, contou.   


Ao longo de três décadas, seis milhões de cartinhas já foram atendidas por toda a população brasileira. Para evitar rasuras, a organização da campanha pede que os presentes tenham uma embalagem resistente e que a carta seja fixada do lado de fora da embalagem. As entregas devem ser realizadas até o dia 16 de dezembro. 


SERVIÇO - Quem deseja adotar uma cartinha deve retirá-la na sede dos Correios, das 9h às 17h, até o dia 6 de dezembro. O endereço é rua Maestro Egídio Camargo do Amaral, 24 (ao lado da Biblioteca Municipal).  

A campanha é realizada em outros municípios. Confira a lista no 

http://www2.correios.com.br/hotsites/papainoeldoscorreios/#





Continue lendo


Últimas notícias