Logo depois que a prefeitura de Londrina finalizar as obras de adequação das ruas próximas à Avenida Santos Dumont, a Secretaria Municipal de Obras iniciará os trabalhos de revitalização da Praça Nishinomiya, localizada em frente ao Aeroporto, que teve parte do calçamento danificado por causa das alterações nas vias públicas.
As reformas desagradaram os frequentadores da praça, que utilizam o espaço para realizar caminhadas e exercícios físicos. Eles reclamam que a obra está dificultando a passagem por um dos lados da praça e temem que o resultado final prejudique a beleza do lugar.
Para o comerciante Eduardo Vasconcelos, a obra é desnecessária. ‘‘Esta decisão é absurda, a prefeitura vai acabar estragando a Nishinomiya. Moro no centro e costumo caminhar aqui por ser mais tranquilo, não contava com este transtorno’’, disse.
A aposentada Maria Salete de Estéfano não questionou a necessidade da obra, mas reclamou sobre a falta de sinalização no local. ‘‘Não há nenhuma placa restringindo o acesso, as pessoas acabam passando pela rua, correndo o risco de serem atropeladas. Existem muitos idosos que passeiam pelo local e deveriam ser respeitados. Também seria bom se colocassem um aviso sobre o objetivo da reforma’’, argumentou.
Apesar de não discordar do projeto, a aposentada Ilka Regina Sanada manifestou preocupação com a futura manutenção do lugar. ‘‘Se for para melhorar a região, a população tem que aceitar o transtorno. Só espero que a prefeitura passe a se preocupar com o aspecto da praça, cuidando melhor da vegetação e da limpeza’’, afirmou.
O secretário municipal de Obras, José Righi de Oliveira, explicou que a adequação faz parte da reforma e ampliação do aeroporto e vai facilitar o acesso ao local e ao Hospital Universitário. A secretaria vai implantar um bebedouro estilizado na praça. Também mudará a localização do ponto de ônibus para a Avenida Alziro Zarur. O trabalho de recomposição da calçada deve começar em 20 dias.