Mulheres na arquitetura e na cidade é tema de evento em Londrina


Reportagem local
Reportagem local

“Uma cidade segura para mulheres é uma cidade segura para todos”, defende a arquiteta e urbanista Laís Leão que estará na noite desta segunda-feira (26) em Londrina para ministrar a palestra Mulheres na Arquitetura e na Cidade – o impacto da ausência feminina nas mesas de tomada de decisão. O evento é realizado pela CAU/PR (Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná).

A arquiteta e urbanista Laís Leão foi reconhecida pela União Europeia como uma das jovens mais influentes do mundo em 2018
A arquiteta e urbanista Laís Leão foi reconhecida pela União Europeia como uma das jovens mais influentes do mundo em 2018 | Divulgação
 

Leão, reconhecida pela União Europeia como uma das jovens mais influentes do mundo em 2018, desenvolveu uma pesquisa na UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) na qual abordou a questão de gênero. A especialista em Administração Pública e fundadora da inCities – Rede para Cidades Inclusivas entrevistou 532 pessoas, sendo 80% delas mulheres, para ouvi-las sobre medos no espaço urbano. “Mostrava fotos de becos, por exemplo, e indagava sobre a impressão de segurança que o entrevistado tinha daquele lugar. Comparei as respostas dos sexos masculino e feminino e percebi que ambos tinham medo do local mostrado, mas as mulheres ainda carregavam um receio adicional: o temor de serem estupradas”, revela Leão.



Com os resultados obtidos no estudo, a arquiteta e urbanista projetou a revitalização do entorno do campus Ecoville da UTFPR, no bairro Campo Comprido, em Curitiba.

O evento começa às 19 horas e as inscrições são gratuitas, mas o número de participantes é limitado. Os interessados podem se inscrever pelo site www.caupr.gov.br. O Ceal (Clube de Engenharia e Arquitetura de Londrina) fica na avenida Maringá, 2400.

Comissão

Leão também integra a Comissão Voluntária das Mulheres do CAU/PR, que atua em Curitiba e em Foz do Iguaçu e que será lançada em Londrina também nesta segunda-feira, antes da palestra no Ceal, a partir das 18 horas.

O lançamento será feito pela presidente do CAU/PR, Margareth Ziolla Menezes, e pela conselheira Rafaela Weigert. A Comissão Voluntária das Mulheres tem quatro pautas principais: a produção feminina na arquitetura e urbanismo; a criação de espaços urbanos pensado por e para mulheres; as trocas de experiências profissionais entre arquitetas e urbanistas de diferentes gerações; e a mulher no ambiente de trabalho e todas as suas implicações, como salários, cargos de liderança, assédios moral e sexual etc.

“O objetivo da Comissão Voluntária das Mulheres do CAU/PR é ser um meio de expansão da participação feminina na arquitetura e urbanismo, tanto na formação quanto na produção das cidades com espaços de acolhimento da mulher e de todos os excluídos. Espaços que reprimam a violência e fortaleçam a missão institucional do Conselho no acesso à Arquitetura e Urbanismo para Todos”, destacou Menezes.

Para participar da comissão, basta preencher o formulário disponível no site do CAU/PR e comparecer ao evento.


Continue lendo


Últimas notícias