Parece inacreditável, mas estelionatários especializados no golpe do bilhete premiado ainda continuam fazendo vítimas. Ontem, uma mulher em Londrina que pediu para não ter o nome revelado ''pagou'' R$ 24,9 mil a uma dupla de espertalhões por um bilhete de loteria sem nenhum valor.
O delegado do 6º Distrito Policial, Algacir Ramos, contou que a mulher de origem oriental foi abordada pela manhã quando estava indo até uma farmácia no Parque Guanabara (zona sul) comprar remédios para o pai. Os homens, aparentando serem de meia-idade, usaram o mesmo artifício de sempre: primeiro um deles se aproximou e questionou a vítima sobre um suposto endereço de um ganhador de um prêmio milionário. Um outro homem se juntou ao comparsa e confirmou a história.
Depois de oferecerem uma polpuda gratificação, a mulher seguiu à tarde até uma agência bancária no centro e sacou R$ 21.300,00 e mais US$ 1 mil (cerca de R$ 3,6 mil) e entregou a dupla de golpistas, que não foi mais localizada.
O delegado pediu mais uma vez que todos que forem abordados por pessoas oferecendo ''bilhetes premiados'' devem imediatamente denunciar o fato à polícia, através do número 147 da Polícia Civil ou o 161 da Polícia Militar. Ele lembrou que há alguns meses uma senhora de 72 anos sofreu uma tentativa de uma dupla de golpistas pai e filho , denunciou o caso e a Polícia conseguiu prender os dois estelionatários.