Menina baleada pelo primo aguarda cirurgia
A menor J.C.A., 9 anos, que foi baleada acidentalmente no rosto quinta-feira, no município de Fazenda Rio Grande, continua internada no Hospital do Trabalhador, em Curitiba. Ela não corre risco de vida, mas também não há previsão para alta hospitalar. ‘‘A paciente está estável, mas temos que aguardar as condições ideais para a cirurgia’’, disse o médico pediatra Marcelo Henrique. O projétil atingiu o rosto da menina na altura da mandíbula e se alojou próximo à nuca. Ela foi atingida pelo primo de 12 anos, depois que eles encontraram o revólver do pai da menina, Ailton Alves de Assis, em um armário.