Paulo Ubiratan
De Londrina
Moradores das proximidades da esquina das ruas Lizímaco Ferreira da Costa e Tibagi, na Vila Recreio – região central de Londrina – estão revoltados com o mau cheiro provocado por um bueiro entupido há mais de três anos. Quando chove a situação piora pois o local fica totalmente alagado. Para tentar chamar a atenção da prefeitura, os moradores colocaram um boneco com uma vara de pescar, vestindo uma camisa vermelha com a sigla PML, referente à Prefeitura Municipal de Londrina. Também colocaram cartazes: ‘‘Pesque-Pague particular do prefeito’’ e ‘‘É proibido pescar’’.
‘‘Durante estes anos apenas uma vez – há pouco mais de um ano – a prefeitura esteve limpando o bueiro e nada resolveu. O pessoal deixou o barro e a sujeira amontoados na calçada e na primeira chuva voltou o entupimento’’, contou Zulmira Duarte de Oliveira. Ela mora na Rua Lizímaco Ferreira da Costa, 179, em frente ao bueiro e afirma que seu marido ficou com uma doença ‘‘estranha’’, por causa da sujeira que se acumula naquele local. ‘‘Revoltado com o problema, ele acabou entrando nesta água suja para ver se desentupia o bueiro e deve ter sido contaminado. Os médicos não explicam a causa da doença. Na próxima vez que ele for hospitalizado vou pedir indenização da prefeitura’’, disse a mulher.
O comerciante Rubens de Almeida Tavares, que mora na Rua Tibagi, 720, disse que por causa do mau cheiro perdeu a maioria dos clientes de sua lanchonete. ‘‘A situação é terrível por causa do odor. É tão forte que chega a impregnar na roupa e em toda a casa. Meu negócio acabou e as pessoas que atualmente frequentam a minha lachonete o fazem para me ajudar. Na realidade tomam uma cerveja rapidamente e fogem reclamando do cheiro,’’ afirmou o comerciante.
O chefe da diretoria de viação da Secretaria de Obras, engenheiro Luis Henrique Geraldo, prometeu arrumar o bueiro na segunda-feira. Ontem ele mandaria uma equipe fazer um levantamento no local.