Londrinenses conquistam Prêmio Jabuti


Pedro Marconi e Vitor OgawaReportagem Local
Pedro Marconi e Vitor OgawaReportagem Local

Dois londrinenses foram premiados na 59ª edição do Prêmio Jabuti, mais importante premiação da literatura brasileira. O livro "Ana amopö – Cogumelos Yanomami" venceu na categoria Gastronomia. A obra, que foi elaborada por pesquisadores indígenas Yanomami, contou com a colaboração do grupo de pesquisas comandado pela pesquisadora doutora Noemia Kazue Ishikawa, que é de Londrina. Ela lidera os estudos Cogumelos da Amazônia do Inpa/MCTIC (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia).

Londrinenses conquistam Prêmio Jabuti
Marcos Zanutto/24-08-2017





Referência na pequisa sobre cogumelos no País, Ishikawa estava em um restaurante, em Manaus (AM), quando recebeu a notícia que o livro ficou em primeiro lugar nesta terça-feira (31). "Fiquei tão emocionada que nem conseguia comer", conta. "Uma mistura de alegria e gratidão imensa, pois ganhar um Prêmio Jabuti junto com os índios Yanomami, equipe do Instituto Socioambiental e outros pesquisadores queridos é muito gratificante", resume. O livro também contou com a participação de Nelson Menoli, biólogo londrinense formando pela UEL (Universidade Estadual de Londrina).

A cerimônia de entrega do Jabuti 2017 acontecerá no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo, no dia 30 de novembro. Os três primeiros colocados de todas as categorias receberão como prêmio o troféu e R$ 3,5 mil.



Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias