Investigador fugitivo é recapturado Emerson Dias De Foz do Iguaçu Especial para a Folha A Polícia Civil de Cascavel conseguiu recapturar o ex-investigador policial Joaquim Arcísio Alves, 36 anos, que havia fugido anteontem enquanto estava sendo encaminhado a Curitiba. Alves foi preso em flagrante na segunda-feira, dia 28, dirigindo um carro de luxo Mercedes Benz roubado. Ele tentou passar o veículo pelo Lago de Itaipu usando uma balsa. Dois policiais de Foz foram encarregados de levar o ex-investigador à capital em uma viatura, que acabou tendo problemas técnicos na BR-277, próxima a Santa Tereza do Oeste (20 km de Cascavel). Alves teria pedido aos agentes que tirassem as algemas para que ele pudesse urinar e acabou fugindo por um matagal. Ele conseguiu pegar uma carona com um caminhoneiro e chegou até o Hotel Melo, em Cascavel, onde se hospedou como viajante. Uma denúncia anônima levou os policiais da cidade até o quarto de Alves, por volta das 21 horas de anteontem. Em seguida ele foi encaminhado de volta à Foz do Iguaçu. Mesmo depois da recaptura, será aberto um processo administrativo para investigar se a fuga teve participação dos policiais responsáveis pelo preso. Corpo Um corpo em adiantado estado de decomposição foi encontrado ontem pela polícia em Londrina, na estrada rural que liga o distrito de Lerroville à Tamarana. Até o meio da tarde o corpo não havia sido identificado.