Um incêndio provocado possivelmente por curto-circiuto destruiu ontem, em Maringá, a indústria de colchões Del Rey, que pertence ao candidato a prefeito José Cláudio Pereira Neto (PT). O fogo começou por volta das 17 horas na ‘‘laminadora’’ e, em poucos minutos, tomou conta do barracão e do escritório. Funcionários e vizinhos reclamaram da demora de chegada dos bombeiros. ‘‘A gente ligou várias vezes e eles demoraram muito para chagar com apenas um caminhão’’, disse a auxiliar de escritório Sandra Oliveira Matara, de uma empresa vizinha. Pelos cálculos de José Cláudio, o prejuízo deve girar em torno de R$ 200 mil. A indústria tinha seguro ‘‘parcial’’. O major Jurandi André, subcomandante do Corpo de Bombeiros, disse que a primeira chamada foi às 17h36 e a chegada da primeira viatura no local às 17h42. ‘‘O problema é que a pessoa que está no local tem a impressão que demorou’’, justificou.