Hospital deve começar a atender em 2019


Reportagem Local
Reportagem Local

Toledo - A EBSERH (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares), a UFPR (Universidade Federal do Paraná) e a Prefeitura de Toledo (Oeste) assinaram um protocolo de intenções nesta terça-feira (20), para que o Hospital Regional de Toledo, de gestão municipal, passe a ser de propriedade da UFPR e, posteriormente, seja integrado à Rede EBSERH. Com essas medidas, futuramente, o hospital passará a receber recursos pelo Rehuf (Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais). As informações são do Ministério da Saúde.

Essa unidade hospitalar foi construída com investimento do Ministério da Saúde, no valor de R$ 11, 8 milhões. "Chegamos à possibilidade de uma concessão para que Toledo entrasse para essa rede de hospitais da EBSERH", disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros, que acompanhou a cerimônia de assinatura do protocolo. O hospital de Toledo estava pronto desde 2013, mas não entrou em funcionamento desde então, por falta de recursos.

A previsão é que o hospital entre em funcionamento no primeiro semestre de 2019, atendendo usuários de 18 municípios. Com apoio da Faculdade de Medicina da UFPR e gestão da EBSERH, o hospital servirá como campo de prática para realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão, de ensino-aprendizagem e formação de pessoas no campo da saúde pública, bem como prestação da assistência à população no âmbito do SUS.

O hospital terá gestão compartilhada, com a supervisão da EBSERH e será 100% SUS. A unidade, que vai funcionar como um hospital geral fará atendimento de média e alta complexidade e será referenciado para urgências e emergências. A unidade terá 90 leitos, sendo 10 de UTI e 80 gerais. Estão previstos, também, serviços de apoio diagnóstico entre outros, laboratórios de análise clínica, diagnóstico por imagem, e endoscopia. Para esse início de funcionamento em 2019 estão previstos um custeio de R$67 milhões segundo estudo de viabilidade do hospital.

O município de Toledo conta, atualmente, com 457 estabelecimentos de Saúde, sendo três hospitais gerais (entidade empresarial/sem fins lucrativos) e duas unidades de pronto-atendimento (público municipal). Toledo possui hoje 370 leitos, sendo 46% SUS.

REESTRUTURAÇÃO
Segundo informações do Ministério da Saúde, o estado do Paraná recebeu por meio do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais R$ 48.3 milhões em 2017, que foram para o Complexo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, e R$ 29.97 milhões em 2016. Em 2018, a unidade já recebeu R$ 3.33 milhões. Os montantes relativos ao Rehuf são compostos por recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Saúde e destinados a todos os hospitais universitários federais, que hoje totalizam 48 unidades no Brasil.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo