Financeira é assaltada pela
segunda vez em apenas 10 dias
Albari RosaO vigia Valdemar Santos (centro) diz que assalto foi praticado pelo mesmo grupo do dia 27A financeira Banco PanAmericano, situado na Rua João Negrão, 600, no Centro de Curitiba, foi assaltado ontem pela segunda vez em dez dias e pela mesma quadrilha, segundo funcionários. Todos fugiram a pé. O assalto aconteceu por volta das 15 horas e ninguém ficou ferido. O mesmo banco tinha sido assaltado no dia 26 do mês passado, quando foram levados R$ 20 mil em cheques e dinheiro.
‘‘Semana retrasada foram os mesmos caras. Falei que eles iam voltar e voltaram’’, disse o vigia Valdemar de Souza Santos, minutos depois do assalto. Santos também trabalhava quando a agência foi roubada no dia 26. O vigia teve o revólver 38 roubado tanto naquele assalto quanto no de ontem. ‘‘Tá louco... Não tem mais condições de trabalhar desse jeito’’, exclamou, ainda nervoso.
Santos contou que foi agarrado por dois assaltantes e não conseguiu escapar, ao contrário do que ocorreu no assalto anterior. No dia 26, ele conseguiu escapar pela porta lateral, num vacilo dos assaltantes. O vigia chamou a polícia, mas nenhum dos assaltantes foi preso. Todos fugiram a pé, como ontem. ‘‘Graças a Deus ninguém foi machucado’’, comemorou Santos.
Antes de terminar a entrevista à imprensa ontem, Santos foi conduzido para dentro da agência por um funcionário do PanAmericano. ‘‘Já chega, vamos entrar, vamos entrar’’, disse o funcionário, aparentemente nervoso. Na porta do banco, funcionários informaram que não poderiam dar informações.
Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Militar, até as 18 horas de ontem nenhum dos assaltantes tinha sido preso. A movimentação dos carros e motos da PM chamou a atenção dos pedestres e motoristas. A aglomeração de curiosos em frente a agência foi imediata. Pipocavam aqui e ali exclamações do tipo: ‘‘de novo’’, ‘‘outra vez aqui.’’ (J.A.)