|
  • Bitcoin 237.508
  • Dólar 5,5670
  • Euro 6,3064
Londrina

MODALIDADE ELETRÔNICA 5m de leitura Atualizado em 19/11/2021, 16:59

“Esqueleto de aço” na avenida Leste-Oeste vai a leilão

O terreno de mais de 34 mil metros quadrados foi projetado para ser um shopping automotivo, mas as obras estão paradas há mais de duas décadas

PUBLICAÇÃO
sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Micaela Orikasa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A imensa estrutura de aço, na avenida Leste-Oeste, no centro de Londrina, irá a leilão na próxima semana. A obra que abrigaria um shopping automotivo está parada há anos, mas nunca ficou alheia à população, que tinha a expectativa de ver o projeto concluído há, pelo menos, duas décadas.  

A estrutura de aço começou a ser erguida em 1996 e vai à leilão, com lance inicial de  R$ 33.720.059,15
A estrutura de aço começou a ser erguida em 1996 e vai à leilão, com lance inicial de R$ 33.720.059,15 |  Foto: Micaela Orikasa/Grupo Folha
 

O imóvel fica ao lado do Cismepar, em frente à casa de Rose Faria. Ela lembra que a obra começou a sair do papel em 1996 e que uma equipe de trabalhadores veio de outra cidade para realizar a montagem da estrutura de aço. "Todo mundo ficou contente com a novidade. A região ia valorizar muito. Tanto é que muitas pessoas chegaram a me procurar para comprar a minha casa, mas minha mãe disse para eu não vender", conta. 

Leia também: LondriNatal 2021 terá Calçadão iluminado e apresentações a partir do dia 6 

Mas a animação da vizinhança durou pouco. A moradora lembra que a obra embargou de uma hora para outra. "Aí foi uma tristeza né? Ninguém sabia mais o que ia acontecer e começou a aparecer usuários de drogas. Passamos a conviver com uma certa insegurança, mas a presença de um caseiro melhorou", diz Faria, destacando também que o local virou cenário para ensaios fotográficos de moda. "Era bonito de se ver porque trazia um movimento, uma certa utilidade", completa.

Vizinhança faz planos para a retomada da obra e sonha com um novo shopping. Projeto inicial previa área de 50 mil metros de quadrados com lojas e estrutura de lazer e entretenimento
Vizinhança faz planos para a retomada da obra e sonha com um novo shopping. Projeto inicial previa área de 50 mil metros de quadrados com lojas e estrutura de lazer e entretenimento |  Foto: Micaela Orikasa/Grupo Folha
 

Leia também: Startup de pagamentos CloudWalk torna-se novo unicórnio brasileiro

A reportagem verificou a presença de um veículo e uma residência improvisada dentro do terreno, mas ninguém atendeu. Em julho de 2010, a FOLHA constatou que muitos empreendimentos em diferentes regiões da cidade estavam com suas construções paradas, incluindo esta, que seria um Auto Shopping. A previsão era de que o shopping temático fosse inaugurado em abril de 1998.  Agora, o imóvel poderá ter um novo destino com o leilão judicial online programado para os dias 24 e 25 de novembro, às 10h30.

Imagem ilustrativa da imagem “Esqueleto de aço” na avenida Leste-Oeste vai a leilão
|  Foto: Micaela Orikasa/Grupo Folha
 

O leiloeiro Magno Rocha explica que não há restrição para participantes, bastando o interessado possuir capacidade civil, efetuar o cadastro e apresentar a documentação junto ao site do leiloeiro. O lance inicial será de R$ 33.720.059,15, havendo um desconto de 50% para o segundo leilão. “Trata-se de um imóvel único, com localização privilegiada e uma área vasta para construção de novos empreendimentos, com certeza deve atrair a atenção de investidores, levando em conta ainda, o desconto que há para o segundo leilão”, comenta Rocha. 

O processo tramita na Segunda Vara da Fazenda Pública, da Comarca de Londrina. As teriam sido paralisadas em função de um problema com o agente financeiro. 

Imagem ilustrativa da imagem “Esqueleto de aço” na avenida Leste-Oeste vai a leilão
|  Foto: Micaela Orikasa/Grupo Folha
 

PROJETO ORIGINAL 

O Auto Shopping teria 30 mil metros quadrados, mas o prédio teve seu projeto alterado e ampliado para 50 mil metros quadrados para incorporar uma estrutura de lazer e entretenimento.  Além do local para artigos automotivos, o shopping teria dez salas de cinema, três lojas âncoras de departamento e confecções, e mais de 200 lojas, 800 vagas de estacionamento, divididos em cinco pisos.  

 O projeto audacioso foi anunciado pela Codel (Companhia de Desenvolvimento de Londrina) em 1997 e teria o investimento de cerca de US$ 8 milhões. A estimativa é de que a estrutura possui cerca de 1,5 toneladas de aço, mas o comerciante Antônio Rui Silvério, que mantém uma loja de escapamentos na avenida Leste-Oeste há mais de 30 anos, comenta que muitos materiais, incluindo ferro e aço, já foram furtados. Agora, com a notícia do leilão, ele já começa a imaginar uma 'paisagem' diferente da atual. "Gostaria que fosse mantida a ideia inicial, de um shopping center mesmo, mas o importante é dar uma utilidade para esse lugar, nem que fosse um estacionamento ou galeria de lojas comerciais", afirma. 

Roberto Luz Silva, morador na Travessa Goiânia, na parte de trás do imóvel, também se animou com a notícia de que o terreno irá a leilão. "Acho ótimo. Essa estrutura atrai estranhos, usuários de drogas, acumula muita água e incomoda nossa visão. É um monte de aço e só. Pensando na questão da segurança, aqui poderia virar um centro comercial ou mesmo um shopping", opina. (Colaborou Celso Felizardo) 

Serviço: Mais informações no site Rocha Leilões 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1. 

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM