Apucarana Dez detentos dos 23 que tomavam sol, ontem à tarde, no pátio do minipresídio de Apucarana, se rebelaram e tentaram render policiais militares que faziam a vigilância do local. O tumulto aconteceu às 16 horas, quando os presos deveriam retornar às celas. O administrador do presídio, o investigador policial Miltom Pedro da Silva, disse que a rebelião foi provocada pela transferência da data das visitas, de domingo para quinta-feira. O tumulto foi controlado no final da tarde.
Os presos usaram barras de ferro para tentar render os policiais. De acordo com Silva, havia 10 policiais no local. Policiais militares da Rone (equipe especial) foram chamados e conseguiram conter o movimento. No dia anterior, familiares dos internos já haviam protestado contra a medida, em frente ao presídio, tentando impedir que familiares de outros detentos cumprissem a visita na quinta-feira. ''Recebemos a ordem de readequar os horários e vamos cumprí-la'', afirmou Silva. O minipresídio tem capacidade para 80 detentos, mas abriga 125 internos.