Deputado suspeita
de envolvimento
do jogo com crimes
O secretário de Estado da Segurança Pública, Cândido Martins de Oliveira, reafirmou ontem que o jogo do bicho não está entre as prioridades de investigação no Estado. Ele disse desconhecer envolvimento de bicheiros com o crime organizado. Mas enfatizou que toda denúncia recebida será investigada. ‘‘As suspeitas serão analisadas para sabermos se há ou não veracidade’’, afirmou.
O deputado federal Padre Roque Zimmermann (PT), que integra a CPI do Narcotráfico, vê com ressalvas a desvinculação do jogo do bicho com o crime organizado. ‘‘Recebo algumas denúncias que envolvem o jogo com outros crimes, mas por enquanto não há provas’’, afirmou Zimmermann. (C.M.)